Blog do Ohata

Arquivo : Sportv

Guerra pelos eventos esportivos da TV: Quem é detentor e quem está de olho
Comentários Comente

Eduardo Ohata

Se na TV aberta os direitos de transmissão dos principais eventos esportivos concentram-se na Globo, na TV por assinatura a história é bem diferente. O calendário de aquisição de direitos de TV, e o que se viu na disputa pelos direitos do Brasileiro a partir de 2019, entre SporTV e Esporte Interativo, indica que a disputa para exibir competições de ponta irá se acirrar dentro dos próximos meses.

O blog ouviu executivos de canais por assinatura e especialistas do mercado para compilar a lista a seguir, que traz as principais competições, quem é o atual detentor dos direitos, quando vence o contrato atual e quem já está de olho para tomar os direitos.

Há casos, como quando não ficou clara a intenção de uma emissora por um determinado evento, em que o blog se baseou em histórico de ofertas, necessidade de preencher as grades em determinados períodos ou o fato de a emissora exibir eventos da mesma “família”. No quesito “Quem está de olho”, há propostas na mesa para canais se unirem ao apresentar certas propostas.

O que pode parecer surpreendente segue uma lógica. Os únicos europeus a despertar interesse do SporTV, por exemplo, são a Liga dos Campeões e o Campeonato Inglês. Por que não o badalado Campeonato Espanhol? Porque seus jogos competiriam por espaço na grade de programação com partidas do Paulista e do Brasileiro, que são realizados mais ou menos no mesmo horário.

 

Libertadores

Quem detém os direitos: Fox Sports

Quando vence o contrato: 2018

Quem está de olho: ESPN, Esporte Interativo e SporTV

 

Copa do Brasil

Quem detém os direitos: SporTV

Quando vence o contrato: 2022

Quem está de olho: Esporte Interativo

 

Liga dos Campeões

Quem detém os direitos: Esporte Interativo

Quando vence o contrato: 2018/19

Quem está de olho: ESPN, Fox Sports e SporTV

 

Inglês

Quem detém os direitos: ESPN

Quando vence o contrato: 2019

Quem está de olho: Esporte Interativo, Fox Sports e SporTV

 

Espanhol

Quem detém os direitos: ESPN

Quando vence o contrato: 2020

Quem está de olho: Esporte Interativo e Fox Sports

 

Italiano

Quem detém os direitos: Fox Sports

Quando vence o contrato: 2018

Quem está de 0lho: ESPN e Esporte Interativo

 

Alemão

Quem detém os direitos: Fox Sports

Quando vence o contrato: 2020

Quem está de olho: ESPN e Esporte Interativo

 

NBA

Quem detém os direitos: ESPN e SporTV

Quando vence o contrato: 2025

Quem está de olho: Ninguém

NFL

Quem detém os direitos: ESPN e Esporte Interativo

Quando vence os direitos: 2021

Quem está de olho: Fox Sports

F-1

Quem detém os direitos: SporTV

Quando vence o contrato: 2020

Quem está de olho: Esporte Interativo e Fox Sports


Globo só negocia com São Paulo após eleição, e retira proposta de R$ 20 mi
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A Globo só voltará a negociar os direitos de TV aberta do Brasileiro válidos a partir de 2019 com o São Paulo após a eleição à presidência do clube, marcada para abril, o blog apurou.

A emissora retirou da mesa de negociação proposta de R$ 20 milhões de luvas, realizada em dezembro passado. Na oportunidade, a oferta foi vetada pelo conselho deliberativo do clube por 78 votos contra 60, e foi comemorada como vitória política pela oposição.

Nos dias que antecederam a sessão, na qual o diretor financeiro, Adilson Alves Martins explicou como seria usado o dinheiro, conselheiros oposicionistas apontaram que havia o risco de esse dinheiro ser utilizado em ações eleitoreiras visando a campanha de reeleição do presidente Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco.

Falava-se, por exemplo, que Leco buscaria grandes contratações para alavancar dentro de campo sua campanha.

A Globo reconheceu que é inútil negociar em clima de eleições, após ter comprovado que interesses políticos pautam as decisões do conselho deliberativo. Por isso mesmo, a emissora apenas voltará a negociar os direitos de TV aberta depois do resultado do pleito.

Porém a emissora alerta que não necessariamente reapresentará a proposta de R$ 20 milhões de luvas que havia feito em dezembro. Aquela proposta já deixou a mesa de negociação com o clube do Morumbi.

A situação econômica do Brasil, que atravessa uma forte crise, foi citada várias vezes como fator a influenciar o valor a ser proposto.

A busca por outros direitos de transmissão também é citado como variável que pode interferir no cenário da retomada das negociações.

Além disso, no momento, a Globo é a única TV aberta a se interessar pela transmissão do Brasileiro a partir de 2019. Na TV por assinatura, o SporTV enfrenta a concorrência do canal Esporte Interativo.

Sem contar com o dinheiro da Globo, o clube dirigido por Leco lançou mão de empréstimos para honrar seus compromissos no início do ano.

O candidato da oposição é o ex-presidente José Eduardo Mesquita Pimenta.


Show de luzes e bandeira gigante marcarão abertura noturna do Paulista-2017
Comentários Comente

Eduardo Ohata

Um show de luzes, nos moldes do que marcou a Olimpíada do Rio, fogos e a volta da bandeira gigante do Santos, vista no fim de semana no amistoso do time da Vila Belmiro, serão atrações à parte na abertura do Paulista-2017.

Até para propiciar as condições necessárias para o show, a partida inaugural do Estadual, entre Santos e Linense, foi marcado para às 21h de sexta-feira, com transmissão do SporTV.

O show de luzes no gramado da Vila Belmiro, uma tendência que vem substituindo os tradicionais espetáculos de dança,  começará uma hora antes, às 20h.

Santistas pediram permissão à federação para, de novo, trazer a bandeira gigante do clube, assim como ocorreu no Pacaembu.


Globo fecha com mais um time e garante no Brasileiro-2019/24 trio de Goiás
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A Globo assinou contrato de transmissão do Brasileiro de 2019/24 com o Vila Nova, de Goiás, e fechou com o trio do Estado.

Goiás e Atlético Goianiense já haviam acertado com a Globo.

O acordo do Vila Nova com a Globo/Globosat contempla todas as plataformas, TV aberta, fechada, pay-per-view e internet.

Apesar de o Goiás ter mais experiência em Série A, o Atlético Goianiense ter subido para a divisão principal do Nacional e o Vila Nova estar na Série B, foi levado em consideração a popularidade deste último, o blog apurou.

O SporTV, que enfrenta a concorrência do Esporte Interativo pelo Brasileiro a partir de 2019, chegou a seu 25º time.

É importante assinar com o maior número de times por conta da forma como funciona a Lei Pelé.

Ela dita que uma emissora só pode exibir jogos nos quais os dois times estão fechados com a mesma emissora.

Não prevalece o mando de campo.

Ou seja, quem tiver mais jogos terá mais opções para mostrar, especialmente no caso de duelos com aqueles considerados “grandes”.


SporTV transmitirá Chape x Atlético Nacional após ‘acordão’ com Fox Sports
Comentários Comente

Eduardo Ohata

O SporTV transmitirá o esperado duelo entre Chapecoense e Atlético Nacional, pela Recopa, graças ao acordo com a Fox Sports por meio do qual os dois repartirão partidas da Libertadores e Copa do Brasil.

A ESPN, que exibia a Copa do Brasil há anos, optou por não sublicenciar a competição este ano.

A Chapecoense foi declarada pela Conmebol campeã da Sul-Americana, após o trágico acidente com o avião no qual seu time viajava no fim do ano passado.

Assim, o time garantiu vaga na decisão da Recopa Sul-Americana de 2017, torneio que reúne os campeões da Libertadores e da Sul-Americana, em um duelo entre as melhores equipes do continente no ano.

Assim, a Chapecoense enfrentará o próprio Atlético Nacional, de Medellín, na disputa pelo título.

O SporTV, que não tinha os direitos da Recopa, poderá exibir também mais jogos da Sul-Americana. SporTV e Fox Sports terão exclusividade nas partidas que exibirem, até a fase semifinal.

 

 


Globo é atendida e exibirá jogos do Palmeiras e Flamengo na Libertadores
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A Globo recebeu a confirmação de que poderá transmitir todos os jogos de Palmeiras e Flamengo na fase de grupos da Libertadores deste ano, o blog apurou.

A emissora havia feito o pedido junto à organização da competição e aguardava a resposta, que foi positiva.

Nesta fase, as equipes tem seis jogos cada.

Tradicionalmente, a Globo aposta no Corinthians, mas sem o time do Parque São Jorge ou São Paulo na competição, o canal optou por prestigiar o clube campeão brasileiro.

Curiosamente, todas as suas partidas foram alocadas pela organização do torneio para quartas-feiras.

Na TV fechada, SporTV e Fox Sports repartirão as partidas da Libertadores e da Copa do Brasil, conforme o blog antecipou.

As partidas do Palmeiras na fase de grupos estão marcadas para acontecer nos dias 8/3, 15/3, 12/4, 26/4, 3/5 e 24/5.

Os jogos já listados do Santos estão previstos para terças ou quintas-feiras, dias em que tradicionalmente não há transmissão na TV aberta, com exceção apenas de uma (19/4).

Nem os jogos do Corinthians no Paulista colocam em risco a transmissão das partidas do Palmeiras, pelo menos na primeira fase do Estadual.

A equipe do Parque São Jorge não tem jogos marcados para as mesmas datas das partidas do Palmeiras.

Os jogos do Flamengo pela fase de grupos da Libertadores acontecem também exclusivamente às quartas-feiras: 8/3, 15/3, 12/4, 26/4, 3/5 e 17/5.


Após acordo com ESPN, Jogo da Amizade será assistido nos EUA, Oceania e AL
Comentários Comente

Eduardo Ohata

O “Jogo da Amizade”, amistoso entre a seleção brasileira e Colômbia, que será realizado em benefício da Chapecoense, poderá ser assistido nos EUA, Oceania, América Latina, incluindo a própria Colômbia e Caribe.

A ESPN conseguiu autorização junto à CBF para distribuir o sinal da partida nesses territórios.

A partida está marcada para o dia 25 (quarta-feira), às 21h45, no Engenhão (estádio Nilton Santos), no Rio de Janeiro.

Os direitos de transmissão foram repassados a canais abertos e fechados, do Brasil e do exterior, de forma gratuita, como noticiou Adalberto Leister Filho, da Máquina do Esporte.

A decisão de abrir o sinal foi tomado pela cúpula da CBF.

Como este jogo da seleção foi marcado em caráter extraordinário, fora do contrato da CBF com Globo e SporTV, surgiu a oportunidade de abrir o sinal para todos os interessados. Há orientação da CBF para que parte de eventuais cotas comerciais sejam repassadas à Chapecoense.


SporTV e Fox Sports costuram acordo, mas ESPN já fica sem Copa do Brasil
Comentários Comente

Eduardo Ohata

O SporTV, canal de esportes da Globosat na TV fechada, e o canal de esportes Fox Sports costuram um acordo por meio do qual os dois canais repartirão entre si jogos da Libertadores e da Copa do Brasil, o blog apurou.

A negociação respingou na ESPN. Como consequência da movimentação de direitos entre SporTV e Fox Sports, a ESPN, que há muitos anos vinha exibindo ao vivo partidas da Copa do Brasil, a partir deste ano não poderá mais transmitir os jogos da competição.

A emissora de origem americana, que transmitia o evento desde 2009, decidiu não aceitar o aumento no valor cobrado pela Globo para o sub-licenciamento do torneio. A ESPN entendeu que não valeria a pena gastar a quantia pedida para transmitir partidas sem exclusividade, já que dividiria o mesmo jogo ou com a Sportv ou com a Fox Sports.

Mas a ESPN poderá usar os highlights das partidas, assim como acontece com as partidas do Brasileiro, para utilização em seus programas noticiosos.

Pelo acordo, SporTV e Fox Sports repartirão as partidas da Libertadores.

Ou seja, cada emissora escolherá quais partidas irão exibir com exclusividade, e não deve haver jogos exibidos pelas duas emissoras.

A Fox Sports, que já transmitia jogos da Copa do Brasil, mas em uma quantidade menor, este ano poderá transmitir mais jogos da competição graças ao acordo que está praticamente fechado.

Confira a nota oficial da ESPN anunciando o fim da transmissão da Copa do Brasil:

“Por questões estratégicas, a ESPN optou por não transmitir a Copa do Brasil em 2017. O canal reforça seu posicionamento de entregar ao fã do esporte a mais ampla variedade na programação esportiva, com transmissões das principais ligas americanas, o melhor do futebol internacional, tênis e esportes radicais. Referência pela credibilidade de seu jornalismo, a ESPN segue investindo na apuração e análises das mais diversas modalidades esportivas.”


Volta de Massa às pistas tem efeito nulo na programação da Globo para a F-1
Comentários Comente

Eduardo Ohata

O anúncio nesta semana de que o brasileiro Felipe Massa voltou atrás e decidiu correr por mais uma temporada não alterou em nada a programação da F-1 na Globo, SporTV ou na negociação de cotas de patrocínio da programação.

A manutenção da estrutura da cobertura nada teve a ver com o anúncio de Massa na Williams, já que tudo havia sido definido antes do fim do ano. Não houve risco de encolhimento da cobertura da temporada por falta de um piloto brasileiro do porte de Massa.

Assim, na Globo, a cobertura permanecerá a mesma de 2016: matérias nos principais telejornais de rede e esportivos, e as transmissões das corridas.

Só entrará corridas em VT quando coincidir algum outro evento importante no mesmo horário na TV aberta, como ocorreu ano passado com partidas do Campeonato Brasileiro.

Tampouco houve alteração no valor das cotas por conta de Massa: todas já estavam negociadas desde o ano passado.

A transmissão da principal categoria do automobilismo mundial na temporada terá como patrocinadores o Banco Santander, Itaipava, Nestlé, Renault, Tim e Unilever. Em relação ao ano passado, saiu ZAP e entrou Nestlé.

No SporTV, tudo também segue igual: cobertura de todos os treinos e transmissão do GP dos EUA e um segundo a ser definido, como já ocorreu na temporada 2016.


Globo turbina cotas dos 4 grandes e renova Gaúcho e Mineiro por mais 5 anos
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A Globo e Globosat renovaram por mais cinco anos os contratos de transmissão do Gaúcho e do Mineiro, pelo período que começa este ano e se estende até 2021, para todas as mídias (TV aberta, fechada e pay-per-view).

Grêmio, Internacional, Atlético-MG e Cruzeiro, os quatro principais clubes das duas praças, tiveram aumento substancial de receitas, fruto da negociação do pacote, realizada pela Globo diretamente com as federações estaduais, o blog apurou.

Entre os principais estaduais, a Globo já havia renovado o contrato de transmissão do Paulista e negocia o do Estadual do Rio, no qual só o Flamengo não fechou ainda.

A negociação esbarra em questões políticas do clube com a Federação do Rio, que respingam na questão de TV.

Como no Brasil o que decide as transmissões é a Lei Pelé e não o mando de campo, caso não assine com a Globo, o Flamengo não terá seus jogos transmitidos por ninguém.

A Lei Pelé dita que para que uma partida seja exibida, os dois times têm que ter contratos com uma mesma emissora.

As tratativas dos direitos de TV passaram a ficar mais acirradas desde a introdução do Esporte Interativo, rival do SporTV, pelos direitos do Brasileiro.