Atlético-PR – Blog do Ohata http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br Cobertura de esportes olímpicos, lutas, bem como na garimpagem de histórias saborosas do esporte. Mon, 03 Sep 2018 07:00:31 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.7.2 Clubes pedem mais tempo à Turner para negociar indenização por TV aberta http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/2018/04/27/clubes-pedem-mais-tempo-a-turner-para-negociar-indenizacao-por-tv-aberta/ http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/2018/04/27/clubes-pedem-mais-tempo-a-turner-para-negociar-indenizacao-por-tv-aberta/#respond Fri, 27 Apr 2018 15:04:06 +0000 http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/?p=11932 Clubes que fecharam contrato de TV fechada do Brasileiro a partir de 2019 com o Esporte Interativo pediram mais prazo para negociar a compensação financeira oferecida pelo canal da Turner para quem não acertar com a Globo contratos de TV aberta e pay-per-view.

O prazo original vence no próximo dia 30, a segunda-feira entre o final de semana e o feriado do dia 1º de maio (Dia do Trabalho).

A cláusula tem caráter indenizatório, trata-se de um “seguro”, ou “prêmio”, para as agremiações que assinaram com o Esporte Interativo, em relação ao risco de ficar sem o valor referente ao contrato de TV aberta, já que havia temor da parte dos clubes de represálias na forma de um boicote por parte da Globo. A compensação oferecida pela Turner cobre duas temporadas: 2019 e 2020.

Cartolas de clubes que negociam a extensão do prazo com o Esporte Interativo, e que estão otimistas de que serão atendidos, alegam ter detectado discrepâncias em relação aos valores originais das indenizações aos atuais. Por outro lado, alegam não estar à vontade para assinar já com a Globo por conta do fator redutor adotado para quem negociou os direitos da TV fechada com a Turner. Eles argumentam que o prazo é muito pequeno para tomar decisão tão complexa e que terá impacto no futuro financeiro dos seus clubes.

“A tendência é que clubes e Esporte Interativo acertem uma extensão desse prazo que vence no último dia do mês”, analisa Guilherme Bellintani, presidente do Bahia, um dos cartolas ouvidos pelo blog que negociam um pouco mais tempo para tomar as suas decisões.

Existe forte expectativa em torno das decisões de Palmeiras, Atlético-PR e Bahia, que ao lado de Santos, foram os clubes que defenderam com mais força o endurecimento das negociações com a Globo. O Santos posteriormente, sob nova gestão, negociou os direitos de TV aberta e pay-per-view com a emissora do Rio.

Fecharam com o Esporte Interativo pelo período entre 2019 e 2024: Atlético-PR, Bahia, Ceará, Coritiba, Criciúma, Fortaleza, Joinville, Palmeiras, Paraná, Paysandu, Ponte Preta, Santos, Sampaio Correa e Santa Cruz (que posteriormente alegou ter assinado apenas um pré-contrato, alegação rebatida pelo Esporte Interativo).

O contrato do Internacional com o Esporte Interativo cobre o biênio 2019-20 porque o período até 2024 dependia de ratificação do conselho deliberativo, que não ocorreu. Ele fechou, posteriormente, acordo com a Globo cobrindo todas as mídias entre 2021 e 2024.

Procurado pelo blog, o canal Esporte Interativo informou que “em respeito aos clubes e às cláusulas de confidencialidade, o Esporte Interativo não comenta contratos”.

]]>
0
Globo lamenta postura de Atlético-PR com compacto sem gol e espera mudanças http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/2018/03/29/globo-lamenta-postura-de-atletico-pr-com-compacto-sem-gol-e-espera-mudancas/ http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/2018/03/29/globo-lamenta-postura-de-atletico-pr-com-compacto-sem-gol-e-espera-mudancas/#comments Thu, 29 Mar 2018 21:35:18 +0000 http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/?p=11444 A Globo lamentou o fato de o Atlético-PR ter liberado às emissoras de TV compacto sem o gol da vitória sobre o Londrina desta quarta-feira (28), pela final da Taça Caio Jr., o segundo turno do Paranaense.

O Atlético-PR proibiu a entrada de equipes de TV nos jogos na Arena da Baixada e liberou compacto com lances menos importantes da partida, como mostrou o UOL Esporte. Dos times que disputam o Estadual, o Atlético-PR foi o único a não ter assinado com a Globo.

“Ficamos surpresos com a atitude do Atlético-PR, logicamente. Do ponto de vista prático, essas imagens exibidas pós-jogo atendem essencialmente o público: os torcedores do clube em questão, de seu adversário na partida ou mesmo os milhões que tem interesse no futebol de maneira geral”, disse Fernando Manuel Pinto, diretor de direitos esportivos do Grupo Globo.

“Tenho grande estima pelo Atlético-PR e seu notável desenvolvimento esportivo verificado nas últimas décadas, fruto de bom trabalho, sem dúvida. Essa decisão de não ceder os gols me parece um pênalti mal batido entre vários que encontraram as redes. Estou certo de que o Atlético-PR refletirá a respeito”, conclui o executivo do grupo.

Assim como a final da Taça Caio Jr., a partida de ida da final do Paranaense, no domingo de Páscoa, entre Atlético-PR e Coritiba, não terá transmissão pela TV.

]]>
7
Sem fechar com Atlético-PR, Globo exibe Corinthians x São Paulo no Paraná http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/2018/03/27/sem-fechar-com-atletico-pr-globo-exibe-corinthians-x-sao-paulo-no-parana/ http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/2018/03/27/sem-fechar-com-atletico-pr-globo-exibe-corinthians-x-sao-paulo-no-parana/#comments Tue, 27 Mar 2018 14:55:04 +0000 http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/?p=11334 A Globo transmitirá na TV aberta, nesta quarta-feira (28), o jogo entre Corinthians e São Paulo, válido pelas semifinais do Paulista, para o Paraná, no lugar de Atlético-PR x Londrina, partida válida pela final do segundo turno do Paranaense. O vencedor enfrenta o Coritiba na decisão do campeonato.

O clube da Arena da Baixada foi o único do estado a não ter fechado com a emissora a transmissão de suas partidas do Paranaense.

O horário do jogo de quarta-feira estava originalmente marcado para as 21h45, tradicional horário de transmissão do futebol na Globo, mas foi alterado para as 20h após o Atlético-PR garantir sua vaga na decisão do turno ao golear o Maringá.

No fim de semana, o Atlético-PR emitiu comunicado informando que não permitirá a entrada de equipes de TV em jogos na Arena da Baixada.

]]>
5
Sem dupla Atletiba, Paranaense fica sem pay-per-view por mais um ano http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/2017/12/18/sem-dupla-atletiba-paranaense-fica-sem-pay-per-view-por-mais-um-ano/ http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/2017/12/18/sem-dupla-atletiba-paranaense-fica-sem-pay-per-view-por-mais-um-ano/#comments Mon, 18 Dec 2017 13:23:16 +0000 http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/?p=9731 COM NAPOLEÃO DE ALMEIDA

A Globo já informou telespectadores dos Estados do Paraná e Santa Catarina de que as partidas de seus clubes nos respectivos estaduais não serão exibidas pelo Premiere (sistema de pay-per-view) em 2018.

Reprodução

Os jogos do Paranaense não foram exibidos no pay-per-view neste ano. Atlético-PR e Coritiba não assinaram contratos com a Globo pelo estadual neste ano e preferiram exibir seus jogos via mídias sociais (Facebook e Twitter).

O Atlético-PR já havia decidido não fechar com a Globo novamente. A Globo negocia com o Coritiba, que elegeu novo presidente, mas independente do resultado, isso não afetará o quadro no pay-per-view.

O contrato do Catarinense para o pay-per-view venceu este ano e a Globo não renovou, mas negocia para exibir uma partida por semana na TV aberta por meio de afiliada.

Pesaram na decisão da Globo questões como conjuntura econômica, os custos de produção que uma partida de futebol demanda, e o fato de estar previsto para os próximos meses importantes leilões de direitos de TV como o da Libertadores e o da Champions, entre outros.

Porém a emissora faz uma ressalva, a de que poderá voltar a exibir os jogos dessas praças no pay-per-view no futuro se a conjuntura econômica mudar.

A Globo vem tentando otimizar recursos e realizou mudanças até na produção de suas transmissões de partidas ao promover sinergia entre suas equipes e ao dispensar a ida aos jogos de dois caminhões, um para TV aberta e outra para seu canal fechado, para transmitir o sinal das partidas.

 

 

 

]]>
8
Globo não exibirá Atletiba no Paranaense-18, e jogos podem ficar só na web http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/2017/12/05/globo-nao-exibira-atletiba-no-paranaense-2018-e-jogo-pode-ficar-escondido/ http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/2017/12/05/globo-nao-exibira-atletiba-no-paranaense-2018-e-jogo-pode-ficar-escondido/#comments Tue, 05 Dec 2017 06:00:50 +0000 http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/?p=9488 A direção do Atlético-PR decidiu não fechar com a Globo contrato de TV para transmissão das suas partidas no Paranaense-2018, o blog apurou. A posição do Coritiba ainda depende do candidato que sair vencedor nas eleições previstas para este final de semana.

Os dois clubes se recusaram a assinar com a Globo este ano por discordar dos valores oferecidos e, além de o Estadual não contar com os jogos das equipes, os clubes disponibilizaram ao público via mídias sociais (Facebook e YouTube) a transmissão do Atletiba.

Cartolas do Atlético-PR se dizem ofendidos pelo valor oferecido pelo Paranaense deste ano e que desde então não foram procurados pela Globo com uma nova e superior proposta. O que está claro para eles é que de qualquer maneira, a Globo, o SporTV, ou seu sistema de pay-per-view não poderão transmitir o clássico regional. A dúvida é se poderão oferecer o Atletiba à torcida como este ano.

A legislação brasileira dita que dois clubes têm que ter contratos assinados com a mesma emissora (ou com a mesma parte) para que suas partidas tenham condição legal para ser transmitidas. Ou seja, não prevalece o mando de campo nas negociações dos jogos.

Para saber se Atlético-PR e Coritiba oferecerão às torcidas a transmissão do clássico regional, será necessário o presidente da próxima gestão ser eleito, concordar em não fechar com a Globo e repetir a experiência de lançar mão das mídias sociais para exibir as partidas.

Nos Atletibas exibidos através das redes sociais no início do ano, profissionais do canal Esporte Interativo participaram das transmissões. O canal do grupo Turner disputa com a Globo os direitos dos jogos do Brasileiro a partir de 2019, mas afirmou que os profissionais não foram cedidos pelo canal, e sim liberados para fazer um trabalho freelancer.

]]>
5
Atletiba não alcança metade de público da TV aberta, mas cartolas festejam http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/2017/05/12/atletiba-nao-alcanca-metade-de-publico-da-tv-aberta-mas-cartolas-festejam/ http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/2017/05/12/atletiba-nao-alcanca-metade-de-publico-da-tv-aberta-mas-cartolas-festejam/#comments Fri, 12 May 2017 07:00:48 +0000 http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/?p=6295 A transmissão do segundo jogo da final do Campeonato Paranaense, entre Atlético-PR e Coritiba, transmitido este ano por meio do Facebook e do YouTube, atingiu menos da metade do público da segunda partida da final de 2016, exibida pela Globo na TV aberta.

Apesar dos números, cartolas dos dois clubes festejam a mensagem representada pela inciativa conjunta e a vêem como vitoriosa.

Dados do Ibope mostram que o segundo jogo da final do Campeonato Paranaense do ano passado, de novo entre Atlético-PR e Coritiba, teve um alcance no Estado do Paraná de 2,6 milhões de pessoas. Ou seja, esse número de pessoas sintonizou para assistir a partida e a acompanhou em sua totalidade ou ao menos parte dela.

O segundo jogo da final do Paranaense deste ano, exibido pelo Facebook das equipes e YouTube, alcançou logo após a partida, 1,1 milhão de pessoas, número divulgado como total pelos sites “El País”, noticioso, e MKT Esportivo, utilizado como referência pelo mercado publicitário, entre outros veículos.

No caso do YouTube, porém, há que se fazer a ressalva de que um mesmo usuário pode ser computado mais de uma vez, se ele abandonar a transmissão e entrar novamente.

A audiência do segundo jogo da final do Paranaense de 2016 exibido na TV aberta foi de 1,4 milhão de telespectadores por minuto, contra 113 mil pessoas por minuto que acompanharam este ano o clássico regional por meio do Facebook e do YouTube, segundo medição realizada por agência digital.

Dirigentes do Atlético-PR e Coritiba festejaram a iniciativa, independentemente de alcance ou audiência.

“Temos consciência do evento histórico que foram as duas finais, e que os resultados foram plenamente atendidos, visto que sofremos uma concorrência muito grande. Todas as finais foram televisionadas pelas grandes redes. Mesmo com essa concorrência, fizemos números muito significativos. Além disso, a captação de patrocinadores foi muito satisfatória. Tivemos patrocinadores de peso, como Renault, Uber, Tim, Copel, Adidas. Por essas razões consideramos que tenha sido um grande sucesso”, informou o Atlético-PR, por meio de nota, ao ser questionado sobre os números, iguais, do clássico divulgados pelos veículos de mídia.

O Coritiba comemorou a ação em si, por conta da mídia espontânea gerada, audiência e benefícios em relação às mídias sociais.

O clube, porém, questionou a informação de alcance divulgado pela mídia, ao alegar que 1,1 milhão de pessoas correspondia ao Facebook do Coritiba, mas que precisava ser somado os números do Atlético-PR e os do Youtube. Além de apontar que o vídeo do jogo continua a ser visualizado. Mas não informou o número de alcance registrado logo após a partida que estaria correto.

]]>
3
Atlético-PR responde Globo sobre ausência de gols no compacto do Atletiba http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/2017/05/02/atletico-pr-responde-a-globo-sobre-ausencia-de-gols-no-compacto-do-atletiba/ http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/2017/05/02/atletico-pr-responde-a-globo-sobre-ausencia-de-gols-no-compacto-do-atletiba/#comments Tue, 02 May 2017 16:32:55 +0000 http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/?p=6132 A direção do Atlético-PR respondeu, por meio de nota, o fato de não ter cedido à Globo os gols nos melhores momentos do clássico com o Coritiba, que foi transmitido exclusivamente pelo YouTube e Facebook.

“O CAP informa que enviou a todas as emissoras o correspondente a 3% da partida, conforme determina a Lei Pelé. O clube entende que os highlights são uma propriedade premium, extremamente valorizada em todo o mundo, e que os interessados devem pagar por este produto se assim desejarem”, diz a nota.

O primeiro jogo da final do Campeonato Paranaense teve três gols, todos marcados pelo Coritiba, porém nenhum foi liberado para as TVs.

Horas depois do clássico, o apresentador do “Fantástico”, da Globo, Tadeu Schmidt, comunicou aos telespectadores a não-liberação das imagens por parte dos clubes e lamentou ficar sem os gols do Atletiba.

Algumas emissoras de esporte da TV por assinatura chegaram a exibir os gols, mas provavelmente as imagens foram capturadas do próprio YouTube, já que apareciam nas imagens os logos das TVs CAP e Coxa.

Atlético-PR e Coritiba fecharam com o canal Esporte Interativo os direitos de seus jogos pelo Campeonato Brasileiro a partir de 2019. O SporTV, braço esportivo na TV por assinatura da Globosat, trava com o canal disputa pelos direitos de transmissão.

 

]]>
22
Atletiba escala novamente dupla do Esporte Interativo para transmissão http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/2017/04/30/atletiba-escala-de-novo-dupla-do-esporte-interativo-para-transmissao/ http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/2017/04/30/atletiba-escala-de-novo-dupla-do-esporte-interativo-para-transmissao/#comments Sun, 30 Apr 2017 07:00:15 +0000 http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/?p=6087 O Atletiba, válido pelas finais do Campeonato Paranaense, que será transmitido neste domingo por meio do YouTube e Facebook, tem previsão de contar com profissionais do canal Esporte Interativo, o blog apurou com fonte de um dos clubes que participou da organização da partida no decorrer da semana.

No primeiro Atletiba, pela fase de classificação, previsto para 19 de fevereiro, mas adiado para 1º de março, após a Federação Paranaense de Futebol alegar que havia profissionais não-credenciados em campo, a transmissão via mídias sociais teve narração de Giovani Martinello, comentários de Felipe Rolim e reportagem de Bruna Dealtry, três profissionais do Esporte Interativo.

O programado para o primeiro jogo da final é que a narração e comentários estejam, novamente, a cargo de profissionais do Esporte Interativo, que farão a transmissão “off tube”, ou seja, do interior de um estúdio e longe da arena. O sinal gerado no Paraná seguirá para o Rio, de onde a transmissão será realizada. Possivelmente será repetida no estúdio a dupla Martinello e Rolim, salvo imprevisto, a fonte ressalvou.

O que não corre risco algum de sofrer alteração é o fato de a reportagem não contar novamente com Bruna. Quem ficará a cargo da função é a dupla Carol Carvalho (TV CAP) e Jaqueline Baumel (Coxa TV), que participaram da transmissão anterior. Segundo a fonte ouvida pelo blog explicou, o objetivo da utilização das repórteres dos clubes é fortalecer a identidade das agremiações junto às suas respectivas torcidas.

Apesar da utilização de profissionais do Esporte Interativo, a fonte ouvida pelo blog ressaltou que se trata de uma transmissão independente produzida pelos clubes, e não do canal. Apontou, para fortalecer sua argumentação, que os custos da transmissão, gratuita para os torcedores, estão sendo bancados por Atlético-PR e Coritiba, e não pela emissora.

O Esporte Interativo trava especialmente com o SporTV um duelo por direitos de transmissão. O que mais ganhou destaque foi o duelo pelos direitos do Brasileiro para a TV por assinatura a partir de 2019. Atlético-PR e Coritiba fecharam com o Esporte Interativo.

O polêmico Atletiba de 1º de março é investigado pelo Ministério Público e Procon do Paraná, que buscam apurar responsabilidades.

]]>
9
Para Ministério Público e Procon, Atletiba polêmico ainda não terminou http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/2017/04/29/para-ministerio-publico-e-procon-atletiba-polemico-ainda-nao-terminou/ http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/2017/04/29/para-ministerio-publico-e-procon-atletiba-polemico-ainda-nao-terminou/#comments Sat, 29 Apr 2017 07:00:22 +0000 http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/?p=6074 O polêmico Atletiba, previsto para 19 de fevereiro e adiado para 1º de março, é investigado pelo Ministério Público e Procon do Paraná. Neste domingo, praticamente dois meses após a polêmica, os clubes voltam a se enfrentar, pelas finais do Paranaense.

Os documentos referentes ao episódio já estão nas mãos de autoridades das duas entidades, que buscam o responsável para a não-realização da primeira partida. Elas entendem que houve prejuízo para os torcedores que compareceram ao estádio e que não puderam acompanhar a partida, válida pela primeira fase do Campeonato Paranaense.

“Há, efetivamente, um procedimento aberto. O Ministério Público do Paraná recebeu as informações dos envolvidos e agora está analisando os documentos”, informa, por meio de nota, o Ministério Público do Paraná. “Em suma, os clubes culpam a federação, que por sua vez responsabiliza os clubes. Este é o atual estado do procedimento: recebidos os documentos solicitados pelo Ministério Público do Paraná, o caso está sendo analisado.”

O Procon, por sua vez, além de confirmar a investigação, acrescenta que divulgará um parecer “em breve”.

“… A investigação preliminar instaurada em faze da Federação Paranaense de Futebol, bem como dos clubes Atlético-PR e Coritiba está sendo analisada pela divisão jurídica deste departamento, que em breve proferirá parecer concluindo pela responsabilização ou não de algum ou de todos os envolvidos…”, informou, também por meio de nota, o Procon-PR.

Segundo o órgão, se de fato for identificado um ou mais culpados, o valor da multa pode chegar a R$ 8 milhões.

A polêmica envolvendo o Atletiba surgiu quando o confronto previsto para o dia 19 de fevereiro foi adiado para 1º de março.

A Federação Paranaense de Futebol alegou que havia no gramado profissionais que não haviam feito o pedido de credenciamento com 48 horas de antecedência como de praxe. Como resultado, o jogo foi adiado. Os dois clubes tentavam fazer uma transmissão independente, por meio de mídias sociais, já que não assinaram com a Globo na TV aberta.

A partida acabou acontecendo em 1º de março, com transmissão por meio do YouTube e Facebook, com narrador, comentarista e repórter do canal Esporte Interativo, que trava uma disputa por direitos do Brasileiro com o SporTV, braço no esporte da Globosat.

Os dois jogos das finais, entre Atlético-PR e Coritiba, cujo primeiro acontece neste domingo, na Arena da Baixada, serão novamente transmitidos pelas suas redes sociais no YouTube e Facebook.

]]>
6
Veja porque grupo que fechou com EI cria figura jurídica para negociar TV http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/2017/03/31/veja-porque-grupo-que-fechou-com-ei-cria-figura-juridica-para-negociar-tv/ http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/2017/03/31/veja-porque-grupo-que-fechou-com-ei-cria-figura-juridica-para-negociar-tv/#comments Fri, 31 Mar 2017 07:00:35 +0000 http://blogdoohata.blogosfera.uol.com.br/?p=5746 O medo de que algum clube “pulasse fora do barco” em meio às negociações fez com que o grupo de cinco clubes que fecharam os direitos de TV fechada com o canal Esporte Interativo e agora negociam TV aberta e pay-per-view com a Globo criar se unir por meio de uma pessoa jurídica.

O grupo é integrado por Palmeiras, Santos, Bahia, Atlético-PR e Coritiba.

“Com isso, queremos evitar que um dos clubes ‘roa a corda’, ou seja, dê para trás, como já aconteceu”, explica Pedro Henriques, vice-presidente do Bahia, em referência a agremiações como Fluminense e São Paulo. “Os presidentes, vices ou departamentos jurídicos dos cinco clubes já se reuniram várias vezes, em Curitiba, em São Paulo, e nosso objetivo é formalizar juridicamente nossa união.”

Por mais contraditório que pareça, a união do quinteto em uma pessoa jurídica é positiva até para a Globo, com quem negociarão.

O fato de terem anunciado por meio da mídia que estavam negociando em bloco, mas sem formalizar a união, começou a tornar as negociações confusas para executivos de TV, o blog apurou. Eles não têm segurança de que quando um cartola de um clube alega falar pelos outros, ele de fato tem “procuração” para representá-los e por isso, não sabem qual o “peso” conferir a seus discursos.

A formação de uma pessoa jurídica para negociar eliminaria esse tipo de confusão.

Desde a implosão do Clube dos 13, em 2011, os clubes não se uniam em torno de uma pessoa jurídica para fazer negociações em bloco.

]]>
24