Blog do Ohata

Arquivo : Santos

‘A Globo não é o Lobo Mau do Santos’, dispara pré-candidato da oposição
Comentários Comente

Eduardo Ohata

O empresário Andrés Rueda, 61, um dos pré-candidatos de oposição na eleição presidencial no Santos, tem como uma das plataformas eleitorais a abertura de uma maior linha de diálogo com a TV Globo, o que vai no sentido contrário da atual gestão, capitaneada por Modesto Roma, que já anunciou que tentará a reeleição à presidência do clube da Vila Belmiro.

Andrés Rueda, um dos pré-candidatos à presidência do Santos

Rueda já é conhecido no Santos. Além de ter integrado o conselho gestor da atual gestão, Rueda emprestou ao clube R$ 1,1 milhão que possibilitou a contratação do meia Lucas Lima. Segundo o empresário, proprietário da Uranet, empresa que atua na área de projetos de sistemas, sua saída do conselho não teve a ver com o empréstimo.

“A dívida foi repassada do clube a fornecedores, não havia impedimento para eu participar do conselho gestor, além do mais esse dinheiro já foi pago”, argumenta Rueda, sobre a insinuação de um possível conflito de interesses no passado.

O lançamento da pré-candidatura, agora em oposição à atual gestão, é justificada sob o argumento de que pretende ser uma opção à cultura tradicional dos cartolas do futebol. O plano, segundo ele, é implantar conceitos de gestão empresarial ao Santos, separando o futebol do cenário político do clube.

Rueda revelou ao blog a plataforma da Santástica União. Três dos principais itens:

Relação do clube com a TV Globo

“Não concordo com o relacionamento da atual gestão com a Globo, tem que parar com esse negócio de que a Globo é o monstrinho, o Lobo Mau, e o Santos a Chapeuzinho Vermelho; acredito que uma das primeiras coisas a ser feitas [se for eleito] será chamar Globo para sentar e conversar, assim como todos os parceiros. Acredito que a relação da atual gestão do clube com a Globo [assinatura com o Esporte Interativo sem ouvir a proposta da Globo e o episódio Eric Faria] tem a ver com o desaparecimento do Santos da TV aberta.”

Encolhimento da torcida

“Está para sair uma pesquisa que mostra que houve uma reação nesse sentido, foi registrado um crescimento. Para rejuvenescer a torcida, podem ser pensados convênios com a Prefeitura e o Governo do Estado, que têm à frente dois santistas [João Dória e Geraldo Alckmin], para levar a garotada das escolas aos estádios. Outra coisa, tem que acabar essa rivalidade entre torcedores que moram em Santos e em São Paulo. Quando o jogo for na Vila Belmiro, temos que pensar em um sistema que facilite a ida dos sócios adimplentes à Baixada, assim como tem que haver uma forma de facilitar a vinda dos sócios adimplentes da cidade de Santos para São Paulo quando a partida for no Pacaembu.”

“Big Brother” nas reuniões do conselho gestor

“Quero que as atas das reuniões do conselho gestor fiquem à disposição, algo que já estava previsto mas que nunca foi colocado em prática. O melhor mesmo, na minha opinião, seria filmar as reuniões, cada um dos membros do conselho teria de arcar com a responsabilidade de suas decisões sem ter condições de negar depois. Cada um dos membros do conselho representa uma base, com dezenas de conselheiros e sócios, e tem que dar satisfação para eles.”

 


Globo insiste em Corinthians e Santos (Libertadores) terá só exibição local
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A Globo repetirá nesta quarta-feira o esquema de transmissão para a TV aberta adotado na semana passada, com Racing x Corinthians, pela Sulamericana, e Grêmio x Botafogo, pela Libertadores, para a rede.

A partida do Corinthians será exibida na TV aberta para todo o estado de São Paulo e o jogo do Santos, contra o Barcelona, pela Libertadores, em casa, para a baixada santista.

Havia a possibilidade de o esquema ser invertido, com o duelo do Santos passando para todo o estado. Um dos cenários que permitiria tal mudança seria o Corinthians aplicar uma goleada no Racing no jogo de ida, que tirasse a atratividade da partida de volta.

Na Globo, a escolha é justificada pelo momento do Corinthians, que segue na liderança do Brasileiro. Além disso, tradicionalmente, há o argumento de que o time do Parque São Jorge atrai mais audiência.

A partida de volta do Santos com o Barcelona será transmitido na TV por assinatura pela Fox Sports 2.

Apesar de ter registrado menos audiência do que Corinthians x Racing (1,35 pontos de audiência, no Fox Sports), Santos x Barcelona (0,89 ponto, no Fox Sports 2) atingiu números considerados bons, já que o Fox Sports está em mais pacotes do que o Fox Sports 2.

Na Vila Belmiro, a Libertadores é tratada como prioridade. Além disso, a Conmebol já enviou comunicado ao Santos com informações sobre ingressos e pacotes de viagem para o Mundial de Clubes. O clube só irá ao Mundial se for campeão da Libertadores.

 


Fifa deixa congelado prêmio de Mundial de Clubes; veja quanto campeão leva
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A Fifa repetirá na edição do fim do ano do Mundial de Clubes a premiação da edição passada da competição.

Entre os clubes brasileiros, têm chance de ir ao Mundial Botafogo, Grêmio e Santos. O trio luta para ir à competição por meio da Libertadores, cujo vencedor será o representante da Conmebol no Mundial que será disputado nos Emirados Árabes.

As três equipes entram em campo pelo torneio continental nesta quarta-feira (13).

A entidade que controla o futebol mundial encaminhou aos clubes que participam das quartas-de-final da Libertadores comunicado, ao qual o blog teve acesso, com as premiações de 2017, que repetem os valores da temporada passada.

O campeão levará US$ 5 milhões (R$ 15,5 milhões); o vice, US$ 4 milhões (R$ 12,4 milhões); o terceiro colocado, US$ 2,5 milhões (R$ 7,75 milhões). A partir do quarto colocado, as premiações vão diminuindo em US$ 500 mil de acordo com a colocação até o sétimo colocado, que levará para casa US$ 500 mil (R$ 1,55 milhão).

Em uma aparente contradição, o campeão da Libertadores embolsará mais do que o campeão do Mundial de Clubes. Se Grêmio ou Santos, que entraram na fase de grupos da competição continental, levantar o troféu, ganhará US$ 7,75 milhões (R$ 24 milhões). Além da premiação fixa de US$ 3 milhões (R$ 9,3 milhões), há distribuição de bônus pela participação nas fases da Libertadores.

É justamente essa característica de competição de fôlego da Libertadores que permite que seu ganhador receba mais do que em um eventual título do Mundial de Clubes.

A Fifa também divulgou os valores oficiais dos ingressos do Mundial, que já tem garantidas as participações de Real Madrid, Pachuca, Auckland City e Al Jazeera.

A disputa pelos direitos de TV do Mundial de Clubes não animou as emissoras de TV e encalharam no Brasil. A versão estendida da Libertadores também causou problemas de logística para a competição.


Mundial de Clubes encalha no Brasil, e Fifa adia leilão por direitos de TV
Comentários Comente

Eduardo Ohata

O leilão dos direitos de TV do Mundial de Clubes da Fifa não atingiu, pela segunda vez seguida, o patamar mínimo esperado, mas desta vez a entidade que controla o futebol mundial decidiu encerrar o leilão atual e adiar a realização de uma nova rodada de lances.

Esta já era a segunda rodada de lances convocada pela Fifa.

Os lances da segunda rodada foram feitos enquanto o Palmeiras ainda estava vivo na Libertadores, cujo campeão garante vaga em uma das semifinais do Mundial, que este ano será realizado nos Emirados Árabes.

Em um cenário com a possibilidade de o Palmeiras participar do Mundial de Clubes, o apetite por seus direitos era maior. Não apenas pelo “nome” do Palmeiras, mas por conta de sua patrocinadora, a Crefisa.

Executivos de TV argumentam que, com o Palmeiras no Mundial, haveria o interesse natural da financeira em adquirir cotas de TV do Mundial. Não é segredo que um dos objetivos da dona da Crefisa, Leila Pereira, é ver o clube do Parque Antarctica ganhar o Mundial.

Assim, a eliminação do Palmeiras diminuiu o apetite das emissoras.

Agora, restam três times brasileiros no torneio continental: Santos, Grêmio e Botafogo. Se nenhum brasileiro se classificar ao Mundial, a Fifa corre o risco de ver o torneio ficar ainda mais desvalorizado no país.

Um terceiro fator que trabalha contra as chances do Mundial são os planos da Fifa de substituí-lo por um outro modelo. No mercado, o raciocínio é o de que os planos da Fifa servem como uma admissão de que o formato atual não está funcionando. A analogia é com o modelo de um carro que já se sabe que será substituído daqui a seis meses: “Quem terá o interesse de comprar o modelo atual?”.

A escassez de tempo entre a final da Libertadores e a estreia de seu campeão no Mundial de Clubes se transformou em problema de logística: entre a segunda partida da final da Libertadores, em 29 de novembro, e a estreia do representante sul-americano na competição, em 12 de dezembro, há uma janela de menos de duas semanas.

Há também a questão de prioridades, já que os próximos meses acontecerão os leilões dos direitos dos jogos da seleção, Champions e Libertadores, entre outros direitos de TV, conjugada à forte crise financeira que o país atravessa, que afetou negativamente o mercado publicitário.

Os direitos do Mundial de Clubes já foram definidos em outros mercados que têm representantes na Libertadores, como é o caso da Argentina. Lá, a Fox Sports adquiriu os direitos de TV.


Globo escolhe Corinthians e deixa Santos (na Libertadores) em 2º plano
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A Globo transmitirá Corinthians x Racing para o Estado de São Paulo, pelas oitavas de final da Copa Sulamericana, no próximo dia 13, na TV aberta.

A exceção no Estado de São Paulo ficará para a cidade de Santos, para onde, na mesma noite e horário, 21h45, será exibida a partida do clube da Vila Belmiro contra o Barcelona de Guayaquil, válida pelas quartas-de-final da Libertadores.

Já o confronto entre Botafogo e Grêmio, pela Libertadores, também no mesmo dia e horário, será transmitido para o Rio e o Rio Grande do Sul.

A edição mais longa da Libertadores, que encavalou com a Sulamericana, dificultou a tarefa dos programadores da Globo ao compor a grade de transmissão.

Para os jogos de volta, foi decidido que o mesmo esquema será mantido, a não ser que uma das equipes consiga um resultado que tire a atratividade da segunda partida. Como por exemplo se o Corinthians aplicar uma goleada sobre o rival argentino.


Mundial de Clubes da Fifa terá ingresso que custará mais do que R$ 1,2 mil
Comentários Comente

Eduardo Ohata

O preço (oficial) de alguns ingressos das partidas do Mundial de Clubes da Fifa superam a marca dos R$ 1.200,00, segundo comunicado da entidade máxima do futebol aos clubes que disputam as quartas-de-final da Libertadores ao qual o blog teve acesso.

O Brasil tem três chances de participar do Mundial, em Abu Dhabi, já que Botafogo, Grêmio e Santos seguem vivos na Libertadores, que dá passagem à competição. O documento serve também para que os clubes comecem a planejar com seus torcedores os preparativos para sua eventual participação no Mundial de Clubes.

O Brasil tem três chances de participar do Mundial, em Abu Dhabi, já que Botafogo, Grêmio e Santos seguem vivos na Libertadores, que dá passagem à competição.

O ingresso disponibilizado para comercialização mais caro da competição é o Premium para a final e decisão do terceiro colocado, em 16 de dezembro, em Abu Dhabi, ao custo de US$ 408 (R$ 1.281). Os bilhetes para os lugares correspondentes às categorias 1, 2 e 3 saem por, respectivamente, US$ 95,2 (R$ 298,9), US$ 40,8 (R$ 128,1) e US$ 21,76 (68,3).

Os preços dos ingressos para a primeira e segunda fase da competição, decisão do quinto colocado e primeira semifinal saem bem mais em conta. O ingresso Premium custa US$ 204 (R$ 640), e os bilhetes das categorias 1, 2 e 3, ficam em US$ 27,2 (85,4), US$ 13,6 (R$ 42,7) e US$ 5,44 (R$ 17).

Os ingressos premium da segunda semifinal, que terá o Real Madrid, custarão um pouco mais caro: US$ 272 (R$ 854). Os das categorias 1, 2 e 3 saem por US$ 68 (R$ 213,5), US$ 100 (R$ 85,4) e US$ 10,88 (R$ 34,1).

Cada clube receberá 40 ingressos de cortesia: 2 Very VIP, 8 VIP e 30 da categoria 1. Além disso, poderá adquirir, para cada partida em que for participar, 25 ingressos da categoria 1, 100 da categoria 2 e 123 da categoria 3.

Fora isso, no caso do vencedor da Libertadores, poderá reservar para aquisição de seus torcedores ingressos nas categorias 2 e 3 para sua semifinal (respectivamente 200 e 190) e, eventualmente, para a final (500 e 500).

O Comitê Organizador Local do Mundial de Clubes também disponibilizará pacotes turísticos para os torcedores partindo de três origens:

México: Pacote com 8 noites, para duas pessoas, em hotel 3 estrelas, ingressos para 4 partidas e vôo de volta na classe econômica, ao custo de US$ 1.700 (R$ 5.338)

Auckland: Pacote com 10 noites, para duas pessoas, em hotel 3 estrela, ingressos para 5 partidas e vôo de volta na classe econômica, ao custo de US$ 2.250 (R$ 7.065)

Madrid: Pacote com 5 noites, para duas pessoas, em hotel 3 estrelas, ingressos para 2 partidas e vôo de volta na classe econômica, ao preço de US 900 (R$ 2.826).

 

 


Santos se prepara para negociar renovação de patrocínio da Caixa na camisa
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A diretoria do Santos pretende renovar o contrato de patrocínio master da camisa com a Caixa Econômica Federal e começa a se movimentar para que isso aconteça. O contrato em vigor se estende até o final deste ano.

O clube já obteve um dos documentos exigidos para a celebração do contrato entre clube de futebol e patrocinador estatal, a certidão positiva com efeitos de negativa de débitos relativos aos tributos federais e à dívida ativa da União, o blog apurou.

Trocando em miúdos, trata-se de uma certidão negativa de dívidas com o governo, que o clube havia perdido, mas foi recuperada pela gestão do atual presidente do clube da Vila Belmiro, Modesto Roma.

O Corinthians, o outro grande clube de São Paulo que estampava a marca do banco na camisa, não renovou seu contrato com a Caixa.


Globo nega ter pedido alteração de data que Santos alegou ser represália
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A Globo foi pega de surpresa com a alegação de cartolas do Santos de que a alteração da data da partida contra o Fluminense, do dia 13 (domingo), para a noite do dia 14 (segunda), se tratou de represália por conta da partida entre Santos e Flamengo, segundo fontes ligadas ao grupo Globo informaram ao blog.

Os relatos de fontes ligadas à emissora ao blog dão conta não apenas de que a Globo não foi responsável pelo pedido de alteração, como também de que o pedido de mudança de data teria partido do próprio clube.

Cartolas e conselheiros do Santos viram na mudança retaliação pelo episódio envolvendo o repórter da Globo Eric Faria e alegaram que a alteração prejudicou ação de dia dos pais que seria promovida como “Paternidade Alvinegra”, com ações voltadas para a família.

Se Globo e Santos afirmam não ter pedido a alteração, a informação dada pela CBF não lança muita luz sobre a questão. A confederação informou ao blog que o pedido partiu da Diretoria de Competições, Globo e Santos.

Outro fator de tensão entre Santos e Globo é o fato de o clube da baixada ter fechado contrato do Brasileiro a partir de 2019 com o Esporte Interativo, com quem a Globo disputa dos direitos do Nacional.

 


Jogo do Santos é remarcado após pedido da Globo, e clube aponta represália
Comentários Comente

Eduardo Ohata

O pedido da Globo, atendido pela CBF, para que a partida entre Santos e Fluminense, inicialmente previsto para o dia 13, domingo de Dia dos Pais, fosse remarcado para o dia seguinte, às 20h da segunda-feira (14), se tornou motivo de um novo atrito entre cartolas e conselheiros do clube e emissora.

Na Vila Belmiro a remarcação do jogo é interpretada como uma represália pelo episódio envolvendo o repórter Eric Faria, que foi acusado pelo clube de interferir na arbitragem da partida com o Flamengo, e pelo fato de o clube ter fechado os direitos de transmissão do Brasileiro a partir de 2019 com o Esporte Interativo. O clube negocia com a Globo os direitos do Nacional na TV aberta.

Por conta do Dia dos Pais, o Santos havia decidido mandar seu jogo no Pacaembu, onde já mandou sete de seus jogos no ano, incluindo o desta quarta contra o Flamengo, e não perde há 22 jogos, desde 2014.

A ideia do marketing era permitir que os torcedores santistas assistissem ao jogo com seus filhos, em ação que vinha sendo promovida como “Paternidade Alvinegra”, com diversões para toda a família.

Porém, a pedido do Sportv, segundo fontes ligadas ao Santos, a partida foi remarcada – embora a nova data e local ainda não constassem no site da CBF em um primeiro momento, o que irritou a diretoria santista, o blog apurou. O marketing do clube, que já contava com boa renda porque não haveria nenhum outro jogo no mesmo horário na capital, também se frustrou.

Posteriormente, a CBF confirmou em seu site oficial a alteração da partida contra o Flu para segunda-feira (14), às 20h. O duelo será mesmo no Pacaembu.

Nos bastidores, há dirigentes e conselheiros do Santos que atribuem a alteração ao episódio envolvendo o repórter da Globo, Eric Faria, na partida das quartas-de-final da Copa do Brasil, e ao fato de o clube ter assinado com o Esporte Interativo. Em seu discurso, afirmam que o Santos não teme confrontos com nenhuma TV, por ter em sua história a marca de ser “inovador e arrojado”.

O episódio “Eric Faria” nem de longe foi digerido pelos santistas. Em grupos de whattsApp de torcedores circulam mensagens que conclamam a torcida a prestigiar a partida desta quarta-feira com o Flamengo, com a seguinte ironia: “Pelotão pronto para ocupar o Pacaembu, e nem adianta consultar a TV e avisar o juiz!”.

Procurados pelo blog, Globo e CBF não haviam entrado em contato até a publicação do post.


Chineses pagam Santos, e documentação de Geuvânio é finalmente liberada
Comentários Comente

Eduardo Ohata

O clube chinês Tianjin Quanjian, proprietário dos direitos federativos de Geuvânio, entrou em acordo com o Santos ao pagar multa contratual que dava exclusividade ao clube da baixada no retorno do meia-atacante ao país.

O valor referente à multa já entrou nos cofres do clube, segundo o blog apurou. O clube não confirma e tampouco nega oficialmente.

O Tianjin já tem condições de encaminhar a documentação necessária para que o Flamengo inscreva o jogador no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF.

O episódio envolvendo Geuvânio, o Santos, o clube chinês e o Flamengo foi marcado pelo ineditismo pela cláusula de exclusividade em seu retorno do país.

Quando o acerto do Flamengo com Geuvânio, que recebeu R$ 1,5 milhão de luvas e ganhará R$ 600 mil mensais, foi anunciado, o presidente do Santos, Modesto Roma, alertou todos os envolvidos da cláusula e ameaçou levar o caso à Fifa, caso o acordo fosse descumprido.

A partir da ameaça de Modesto, os chineses não liberaram a documentação ao clube carioca, que ficou impossibilitado de registrar o atleta.

Pagamento da multa pelos chineses representou a vitória do Santos na queda-de-braço sem necessidade de ir aos tribunais.

O Santos havia deixado claro junto ao Flamengo que não estava agindo contra o clube, apenas preservando seus direitos, uma vez que quem tinha a obrigação de arcar com a cláusula contratual era o clube chinês, o blog apurou.

A sinalização foi importante, já que Modesto e o flamenguista Eduardo Bandeira de Mello têm uma excelente relação. A dupla representa os clubes no Profut (Programa de Modernização de Gestão e Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro) do Governo Federal.

O Santos pretende lançar mão no futuro da cláusula de exclusividade no retorno ao país nas negociações de revelações brasileiras a clubes do exterior. O episódio mostrou se tratar de uma nova forma de garantir  receitas futuras e equipes competitivas.

Não será surpresa se outros clubes passarem a usar a cláusula de “exclusividade” em buscar de garantir o retorno de suas revelações após atuarem no exterior,  ou mesmo a entrada de mais recursos no negócio, como acabou acontecendo com o Santos nesse caso.