Blog do Ohata

Arquivo : Ronda Rousey

Com apenas uma luta, Ronda já é escalada para disputar título de telecatch
Comentários Comente

Eduardo Ohata

Com apenas uma luta desde que assinou com a empresa de telecatch WWE, a ex-campeã e estrela do UFC Ronda Rousey foi escalada para disputar o título feminino do programa semanal “Raw” contra a gigante Nia Jax, no evento Money in the Bank, marcado para o dia 17 de junho.

A campeã Nia desafiou Ronda durante um evento em Nova York, durante uma entrevista, e à princípio Ronda apontou que fez apenas uma luta e que talvez houvesse outras atletas que merecessem mais a oportunidade, mas acabou por aceitar. Nia mede 1,83 m e pesa 109 quilos; Ronda mede 1,70 m e pesa 61 quilos.

A WWE, por meio de mídias sociais, confirmou a realização do combate.

Desde que assinou contrato com a WWE, Ronda participou de apenas uma luta, em 8 de abril, no evento Wrestlemania, no qual fez dupla com o campeão olímpico de luta greco-romana Kurt Angle. A dupla venceu os rivais Stephanie McMahon, filha do dono da companhia, e Triple H, diretor e lutador de telecatch.

A empresa de telecatch WWE tem apostado em Ronda, tanto que ela aparece com destaque nos ingressos, que já foram colocados à venda, para o evento Survivor Series, que acontece em 18 de novembro.

 

 

 


Ronda Rousey divulga visual de seu personagem em filme com Mark Wahlberg
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A ex-campeã e estrela do UFC, Ronda Rousey, hoje contratada pela firma de telecatch WWE, divulgou por meio de sua conta no Twitter uma foto com seu visual em seu próximo filme, “Mile 22”, com estreia prevista para 3 de agosto nos EUA.

A trama do longa-metragem gira em torno da história de um oficial de um agência de espionagem norte-americana cuja missão é resgatar em segurança um policial de um outro país. O filme é estrelado por Mark Wahlberg e tem parcipação de John Malkovich.

Desde 2014, a ex-medalhista olímpica já gravou 7 filmes.


The Rock afirma que era a primeira opção para fazer dupla com Ronda Rousey
Comentários Comente

Eduardo Ohata

O ator e ex-lutador de telecatch Dwayne Johnson, conhecido como “The Rock”, confirmou que o dono da WWE, Vince McMahon, o procurou para fazer dupla com a ex-campeã e estrela do UFC Ronda Rousey, em sua luta de estreia na firma promotora de telecatch. Ele ainda deixou em aberto a possibilidade de no futuro participar de um enredo com Ronda na empresa de telecatch.

O astro de “Velozes e Furiosos 8” fez a revelação durante uma entrevista para promover o filme “Rampage” no Reino Unido, e mostra que a WWE está disposta a investir pesado para promover a nova carreira de Ronda, com quem assinou contrato de longa duração.

“Ele [McMahon] me ‘vendeu’ uma grande ideia que envolvia uma luta mista com Ronda, que é incrível, estou muito orgulhoso por ela, [e por seus rivais] Triple H e Stephanie McMahon”, afirmou o ator, ao acrescentar que a ligação de McMahon ocorreu há dois meses.

Uma dupla formada por Ronda e Johnson faria sentido para efeito de enredo, já que a medalhista olímpica de judô deu uma mãozinha justamente ao The Rock no Wrestlemania 31, bem antes de assinar o contrato de longa duração com a WWE.

Segundo o ator, apesar de seu entusiasmo pela proposta, sua participação no evento Wrestlemania 34 não foi possível por causa de ter se comprometido previamente com um evento promocional do filme em Xangai na mesma época do combate. “Nós [Johnson e McMahon] estávamos realmente entusiasmados ao telefone, quem sabe mais para a frente?”, contou Johnson.

Na ausência de Johnson, Ronda teve como parceiro em sua estreia na WWE o campeão olímpico na luta greco-romana Kurt Angle.

Já ficou claro que a WWE não poupará Ronda apenas para seus principais eventos, e a companhia já a escalou para participar de um tour de seu elenco pela Europa. A WWE já definiu a veterana Mickie James como sua adversária para o dia 19 de maio, em Paris.


Ronda Rousey: Os 7 passos para ir de campeã do UFC a estrela do telecatch
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A ex-campeã e estrela do UFC Ronda Rousey é um “nome” conhecido, que ao ser contratada pela WWE automaticamente atraiu a atenção do público em geral à programação da empresa. Sua estreia acontece neste domingo (8) no evento Wrestlemania. Mas só o “nome” de Ronda e o fator novidade são o suficiente para mantê-la como uma atração de sucesso no telecatch no longo prazo? Não!

Por isso, a WWE tem colocado em prática uma estratégia para Ronda evoluir como lutadora de telecatch ao mesmo tempo em que desenha o seu futuro dentro da companhia. Veja abaixo os sete principais passos nessa direção:

1-Não reinventar a roda: Os principais “ativos” que Ronda traz para o telecatch são a fama e a credibilidade do mundo do MMA. A boa notícia é que a WWE entendeu isso, e não deu a Ronda algum finalizador vistoso e acrobático. O perfil de “Rowdy” Ronda no site da WWE na internet informa que seu principal golpe é a boa e velha “chave-de-braço”

2-Calma aí: Ronda entrou muda e saiu calada em sua estreia no evento Royal Rumble, em janeiro (vídeo acima). Apesar da presença de Ronda em vários segmentos, ação foi sempre conduzida por terceiros e as falas de Ronda mantidas no mínimo necessário para não “queimá-la”.

3- A WWE escalou Ronda, mas preferiu não transmitir o segmento na TV: Quem acompanhou pela TV o programa “Raw” de 19 de março pela TV ficou confuso. Foi anunciada a presença de Ronda, divulgadas fotos de sua participação, mas só quem estava no ginásio acompanhou a ação contra Dona Brooks. Serviu para acostumar Ronda a atuar, no sentido literal da palavra, em frente ao público do telecatch, e ao mesmo tempo evitou expor ao grande público eventuais erros de uma iniciante.

4-Aprender a ‘falar’ e a improvisar:  Por serem ao vivo, Ronda admite que é mais difícil representar em segmentos do telecatch do que no cinema, onde um erro no set pode ser corrigido no take seguinte. Ronda demorou a “falar”, mas no episódio de 26 de março do “Raw”, Ronda mostrou que aprendeu a provocar reações do público com simples gestos, e a “falar” ao microfone, fazendo pausas que causam suspense, quando dividiu o ringue com as integrantes do grupo Absolution.

5-Planejamento a longo prazo: A rival de Ronda no Wrestlemania, Stephanie McMahon, não é uma atleta regular, mas a filha do dono da WWE, com participações reservadas a eventos especiais. Por isso, a empresa de telecatch aumentou o universo de Ronda, criando espaço para possíveis futuras rivalidades após o evento Wrestlemania, contra Dona Brooks e o Absolution. Qual a fé que a WWE deposita em Ronda? Ingressos do evento Survivor Series, marcado para novembro, trazem uma foto de Ronda

6-Telecatch não é MMA: Alguns vídeos dos treinamentos de Ronda foram divulgados (como este acima). O que dá para perceber claramente examinando-os é que a ex-campeã do UFC, ao contrário do que ocorria no UFC, tem trabalhado como aplicar golpes nas colegas de companhia sem machucá-las, adotando, por exemplo, o macete de atingir uma superfície plana com outra (ao agarrar a rival no ar e jogá-la de costas para a lona, ou acertar um clothesline, golpe com o qual atinge o peitoral da rival com seu antebraço).

7-Estreia em grande estilo: A WWE reservou para Ronda espaço precioso no principal evento de telecatch do ano, a Wrestlemania, neste domingo (8), em Nova Orleans. O efeito desse passo, nem Ronda sabe ainda como será, mas público e crítica especializada responderão dentro de algumas horas.


Rivais usam corpo de Ronda Rousey para quebrar mesa em evento de telecatch
Comentários Comente

Eduardo Ohata

No último evento promocional para sua estreia oficial no telecatch, a ex-campeã e estrela do UFC Ronda Rousey foi arremessada pela rival Stephanie McMahon sobre uma mesa posicionada sobre o ringue, atravessou o móvel e o deixou em pedaços (confira o vídeo acima). A ação aconteceu durante um segmento do programa semanal “Raw”, na Phillips Arena, de Atlanta, nesta segunda-feira (2), com transmissão ao vivo pela TV.

O segmento imitava um debate, mediado pelo ex-apresentador da ESPN Jonathan Coachman, do qual participavam Ronda, seu parceiro no desafio de duplas mistas no próximo domingo, o campeão olímpico de luta greco-romana Kurt Angle, Stephanie, que é filha do dono da empresa de telecatch WWE, e seu marido e parceiro no desafio, Triple H, que é lutador e também diretor da WWE.

Tratou-se de uma “vingança” de Stephanie, rival de Ronda na estreia de Ronda no próximo domingo (8), no principal evento de telecatch do ano, a Wrestlemania, cuja edição deste ano acontece em Nova Orleans. Há algumas semanas, durante cerimônia de assinatura de contrato com a WWE, Ronda lançou Triple H sobre uma mesa, fazendo-o atravessar o móvel. Ronda tentava repetir a ação quando foi impedida por Stephanie nesta segunda.

O script do segmento desta segunda-feira “dialogou” com a história real de Ronda, quando Stephanie lembrou de “como Ronda costuma lidar com derrotas”, uma clara referência ao fato de a ex-campeã do UFC ter chegado a esconder o rosto no aeroporto de Los Angeles após perder o título do UFC por nocaute para a compatriota Holly Holm.


Ronda revela que planeja ser mãe em breve, e como telecatch afeta plano
Comentários Comente

Eduardo Ohata


A ex-campeã e estrela do UFC, Ronda Rousey, revelou que pretende ser mãe “em breve” e explicou a mensagem que pretende transmitir aos filhos, durante um tour de entrevistas para promover sua luta de estreia no evento de telecatch Wrestlemania (confira vídeo com sua preparação acima).

“Eu e Travis [Browne, lutador de MMA e marido de Ronda] estamos prontos para ter filhos em breve, estava pensando no que faltava fazer na vida, já que quero me concentrar totalmente nos meus filhos quando chegar a hora”, disse Ronda, em entrevista ao site “Yahoo Sports”.

Em seguida, Ronda explicou que a inusitada escolha de trocar o UFC pelo telecatch tem relação direta com seus planos de ser mãe.

“Cheguei à conclusão de que se não tentasse a [firma de telecatch] WWE, iria me arrepender pelo resto da vida. Quero ser um exemplo para meus filhos sobre perseguir seus sonhos e conseguir fazer o que você quer. Acho que é a minha maneira de ‘fazer um ninho’ e me preparar para ter filhos. Estou tentando provar para meus filhos que eles podem tornar realidade qualquer sonho que eles tiverem”, explicou Ronda, que era amiga do lutador Roddy Piper, já falecido, de quem adotou o apelido de “Rowdy” como uma homenagem.

Medalhista olímpica de judô, Ronda fará dupla na Wrestlemania com o campeão olímpico de luta greco-romana Kurt Angle, em um desafio de duplas mistas contra a filha do dono da WWE, Stephanie McMahon e seu marido, o lutador Triple H.


Firma de telecatch libera vídeo de treino de Ronda Rousey e entusiasma fãs
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A firma de telcatch WWE divulgou nesta sexta-feira (23) um vídeo com cenas de treinamento da ex-campeã do UFC Ronda Rousey.

O vídeo, de curta duração, gravado no Centro de Performance da WWE, em Orlando, na Flórida, mostra Ronda ensaiando sobre o ringue um combate com outra atleta, enquanto uma terceira mulher faz as vezes de árbitra, chegando a iniciar uma contagem no momento em que Ronda ameaça “pinar” (manter a rival com as costas coladas na lona durante três segundos) a adversária.

Apesar de durar poucos segundos, é possível notar vários elementos de uma luta de telecatch, com as quais Ronda terá de se acostumar daqui para a frente, inclusive as “manhas” para derrubar e atirar as adversárias ao chão sem machucá-las de verdade, a teatralidade sobre o ringue, e a tentativa de sua rival de “esfriar a luta” rolando sob a última corda para fora do ringue.

A WWE também divulgou um segundo vídeo, gravado no CT, de uma sessão de “sparring” de Ronda com a amiga Shayna Baszler, outra ex-atleta de MMA que está sob contrato com a WWE. Shayna acaba “batendo” após ser pega em uma chave-de-braço.

A reação dos fãs do telecatch e também entusiastas do MMA foi em sua maioria de entusiasmo, com muitos encorajando Ronda em sua nova carreira. “Eu amo sua dedicação e como ela está se esforçando para aprender”, elogiou um internauta na conta do Twitter da WWE. “Ela vai arrebentar na Wrestlemania [evento onde fará sua estreia], é a melhor luta do card até agora”, comemorou outro.

Mas houve espaço também para várias críticas. “Se ela vem treinando [para o telecatch] há anos, este vídeo não é nada encorajador”, disparou na mídia social um internauta, que logo foi rebatido por outro: “É apenas um vídeo, espere até a Wrestlemania para julgá-la”.

Em sua estreia, no principal show da WWE no ano, o Wrestlemania, a ex-medalhista olímpica de judô fará dupla com o campeão olímpico de luta greco-romana Kurt Angle, em um duelo de duplas mistas contra Stephanie McMahon, filha do dono da WWE, que fará dupla com seu marido, o lutador Triple H, diretor na empresa. Que dois executivos da WWE estejam dispostos a participar da luta com Ronda é um indicativo de o quão valorizada sua presença é pelos colarinhos brancos da empresa.

 

 

 

 


Ronda diz que o pior que pode acontecer em estreia é ‘parecer estúpida’
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A ex-campeã e estrela do UFC, Ronda Rousey, afirmou que o pior que pode acontecer em sua estreia no telecatch é ela parecer estúpida, apanhou de verdade em sua nova carreira e que pela primeira vez experimenta um ambiente em que todos trabalham em equipe. Ela fez essas declarações nesta terça (13), em sua primeira entrevista após assinar com a firma de telecatch WWE, no talk show “Ellen”, da apresentadora Ellen DeGeneres.

“A ação segue um script, mas quando tomo um tapa na cara, é um tapa real, não é uma luta de mentira”, apontou Ronda, ao se referir ao segmento com Stephanie McMahon, filha do dono da WWE, no qual tomou um tapa no rosto, durante o programa semanal “Raw”.

Um dos motivos de a WWE ter contratado Ronda é para que a lutadora empreste sua credibilidade junto ao público aos shows promovidos pela empresa. (Alerta de spoiler) Os shows de telecatch seguem um script e os resultados são pré-determinados.

Em sua estreia em uma luta na WWE, marcada para o próximo dia 8, no Wrestlemania, principal show do ano de telecatch, a medalhista olímpica de judô formará dupla com o campeão olímpico de luta greco-romana Kurt Angle, cujo personagem é o gerente-geral do “Raw”, contra Stephanie e seu marido, o lutador Triple H. Ronda admite estar nervosa enquanto espera por sua estreia.

“Estou nervosa, mas não como estive na Olimpíada”, compara Ronda, que apareceu no talk show com um vestido florido e muito sorridente. “O pior que pode acontecer é eu parecer estúpida, o que não é tão terrível.”

Ao ser questionada por Ellen sobre um possível retorno ao UFC, Ronda minimizou as chances, conforme reportou a Agfight, e disse que está muito empolgada com o mundo do telecatch no momento e que voltar para o UFC seria como competir de novo no judô olímpico. “No judô e no UFC, o lutador está sozinho, no telecatch, trata-se de um trabalho em equipe no qual um depende do outro.”

Para mostrar que já está totalmente adaptada ao clima do telecatch, Ronda também “ensinou” a apresentadora a fazer “cara de má”.

 

 

 

 


Ronda Rousey tem parceiro de luta confirmado ao vivo em show de telecatch
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A ex-campeã e estrela do UFC Ronda Rousey teve confirmado como parceiro de duplas o campeão olímpico de luta greco-romana da Olimpíada de 1996 Kurt Angle durante um segmento do programa “Raw” exibido ao vivo nos EUA na noite desta segunda-feira (5). A dupla enfrentará em um desafio de duplas mistas a filha do dono da WWE, Stephanie McMahon, e seu marido, o lutador Triple H.

Sites especializados em telecatch já haviam divulgado que Ronda formaria dupla com Angle, conforme o UOL Esporte noticiara.

Para efeito de teatralidade, foi o próprio Angle, ex-campeão de telecatch e atual gerente-geral do programa “Raw”, que fez o anúncio oficial. Sobre o ringue, ele apontou que Stephanie e Triple H são diretores da WWE, mas também têm contratos como lutadores da companhia. Como é ele que “faz as lutas”, Angle anunciou, em tom dramático, que a dupla enfrentaria Ronda e ele próprio no Wrestlemania, principal show de telecatch do ano, em 8 de abril.

Ronda, Angle, Stephanie e Triple H já haviam protagonizado um explosivo segmento no especial “Elimination Chamber” no qual Ronda arremessou o “patrão” sobre uma mesa, que se partiu, durante a cerimônia de assinatura de seu contrato com a WWE.

Ronda e Angle formarão uma dupla de medalhistas olímpicos, já que a ex-judoca foi bronze nos Jogos de Pequim-08. A ex-campeã do UFC ressaltou esse fato por meio de sua conta pessoal no Twitter, ao escrever “Respeitem a nós atletas olímpicos, ou os faremos nos respeitar”.

 


Ronda arremessa patrão, quebra mesa e assina com empresa de telecatch
Comentários Comente

Eduardo Ohata

Divulgação/WWE

A ex-campeã e estrela do UFC Ronda Rousey quebrou uma mesa ao arremessar um de seus novos patrões, o lutador Triple H, sobre ela, e garantiu sua participação no principal espetáculo de telecatch do ocidente, a Wrestlemania, ao assinar contrato com a WWE, durante o evento Elimination Chamber.

Não se desviando da tradição, a cerimônia de assinatura de contrato acabou em pancadaria para servir de promoção de um espetáculo futuro.

(Alerta de spoiler): No telecatch, os resultados são pré-determinados; as lutas, combinadas; e os diálogos dos atletas seguem um script).

Além de Triple H, Ronda interagiu com Stephanie McMahon, filha do dono da WWE e mulher de Triple H, e Kurt Angle, campeão olímpico na luta greco-romana na Olimpíada de Atlanta, em 1996.

O entrevero entre Ronda, Triple H e Stephanie surgiu quando Angle “revelou” que Triple H e Stephanie estavam contratando Ronda para manipulá-la, pois não haviam esquecido a derrota que ela causara à dupla no Wrestlemania 31, em 2015, ao se aliar ao ator e ex-lutador de telecatch Dwayne “The Rock” Johnson, e que Stephanie havia dito que Ronda “já era” e que conseguiria dominá-la.

Ronda arremessou Triple H, que tentava acalmá-la, sobre a mesa que estava no ringue para a assinatura do contrato e foi confrontada por Stephanie, que perguntou quem ela pensava que era, e que deixou o ringue. Segundos depois, Ronda assinou seu contrato e o jogou sobre Triple H, que ficou “desmaiado” sobre o ringue.

Durante o segmento, Triple H deixou claro que Ronda não havia pedido tratamento especial, uma forma de apaziguar os ânimos das novas colegas de Ronda que publicaram via mídias sociais reações de insatisfação por toda a atenção que a ex-UFC vem recebendo. Ele também ressaltou que Ronda não lutará logo de cara por um título feminino. A ex-UFC e medalhista olímpica de judô fez a parte dela ao reiterar que o apelido “Rowdy”, que vinha desde a época do UFC, era uma espécie de homenagem a Roddy Piper, legendário lutador de telecatch, com quem treinara no passado, e que gostaria de honrar sua memória. Também disse que não queria ganhar uma oportunidade de ser campeã da WWE antes de fazer por merecê-la.

Também ficou claro que Ronda é um trabalho em andamento. Foi o trio de Angle, Triple H e Stephanie, mais assertivos com suas falas, que conduziram toda a ação. Ronda mostrou-se tímida ao microfone, algo esperado, já que nem no próprio UFC dominava a arte do trash talking (provocações ao adversário).