Blog do Ohata

Destaque na Europa, evento de MMA assina com canal Combate e estreia em SP
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A ACB MMA, um dos principais eventos de MMA da Europa e o que mais cresce entre os oriundos do continente, estreará em São Paulo no próximo dia 9, na Hebraica. A organização acaba de fechar um contrato, válido até o final de 2018, com o canal Combate.

Cartaz do evento da ACB MMA em São Paulo

Apesar da crise financeira pela qual o país atravessa, o ACB MMA, que estrou no país no ano passado, no Rio, pretende realizar até quatro eventos no Brasil no decorrer do ano. O UFC, que há anos tem um escritório no Brasil, realizou três eventos no país em 2017.

''Os donos da ACB querem estar no local pelo carisma do país onde nasceu o MMA e o Brazilian Jiu-Jitsu'', explica Ricky Moreira, representante do evento no Brasil e ex-participante do reality show TUF (The Ultimate Fighter). ''O investimento aqui, neste momento, independe de crise ou não. Mas se a economia melhorar, a promoção já estará bem posicionada para colher mais à frente.''

A 82ª edição da ACB MMA terá brasileiros em todas as 16 lutas do card, e o ex-UFC Thiago Silva enfrentará Mikhail Kolobegov, na categoria dos médios, na luta principal. Membro do Hall da Fama do BJJ, o invicto Rodolfo Vieira fará sua terceira luta de MMA na programação na capital paulista. ''Nosso lema é 'menos show, mais luta''', definiu Moreira, sobre a promoção baseada na Chechênia.

Os planos da promoção para o Brasil incluem a organização de três eventos de Brazilian Jiu-Jitsu este ano, o primeiro dos quais aconteceu no mês passado, em São Paulo.

 

 

 

 

 

Tags : ACB MMA


Chape comprará sede para fundação de auxílio às famílias das vítimas do vôo
Comentários Comente

Eduardo Ohata

Em uma sinalização de ''bandeira branca'' entre a Chapecoense e a AFAV-C (Associação das Famílias e Amigos das Vítimas do Vôo da Chapecoense), o clube comprará um imóvel que funcionará como sede para uma fundação de amparo aos familiares dos mortos.

A fundação tem como objetivo a captação de recursos e criação de projetos, com apoio do clube, que auxiliem os que ficaram. A ideia surgiu durante reuniões mensais com o objetivo de estreitar e melhorar os laços entre a Chapecoense com os familiares das vítimas.

A aquisição do imóvel, exigência legal  para a existência da fundação, foi aprovada esta semana pelo conselho gestor da Chapecoense, formado pelas diretorias dos conselhos administrativo e deliberativo.

Familiares interpretaram como uma sinalização da parte do clube de que há uma preocupação em relação ao tempo que a ação contra o governo da Bolívia levará, e a urgência em assistir os familiares até a sua conclusão, o que pode levar anos. Segundo levantamento da AFAV-C, há 175 dependentes diretos de vítimas do acidente e os advogados consultados pela associação foram unânimes em afirmar que o processo contra o governo da Bolívia levará, no mínimo, de cinco anos para sua conclusão.

''As dificuldades para as famílias começaram em 29 de novembro de 2016 e são de cunho emocionais, sociais e financeiros'', relata Fabienne Belle, viúva de Cesinha, fisiologista da comissão técnica de Caio Junior. ''Muitos eram arrimos de família, e mesmo nos casos em que não eram, há familiares que sofreram um abalo emocional tão forte que não conseguiram retornar às suas funções.''

Tags : Chapecoense


CBF divulga calendário da Série D e recebe críticas da federação de atletas
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A Fenapaf (Federação Nacional dos Atletas Profissionais) criticou o calendário da Série D do Brasileiro para 2018, divulgado pela CBF nesta semana, sob o argumento de que contribuirá para um maior desemprego entre os jogadores de futebol, além do enfraquecimento dos clubes pequenos.

''Um país continental como o Brasil precisa de uma competição nacional que englobe mais clubes durante um período de tempo maior. Do jeito que a Série D é disputada, os clubes continuarão sem ter condições de arcar com contratos longos, e o desemprego que já assola mais de 80% dos jogadores continuará'', disparou Felipe Leite, presidente da Fenapaf e ex-jogador de futebol.

A principal reivindicação da Fenapaf junto à CBF é quanto ao modelo de disputa da competição, que tem duração aproximada de três meses e é composto por uma fase de grupo e as seguintes em sistema eliminatório. Segundo a entidade, da forma como funciona, mais da metade dos 68 clubes participantes são eliminados com apenas um mês de competição. Os demais vão caindo a cada mata-mata, quinzenalmente, e permanecem inativos no resto do ano.

''Esse formato desfavorece os clubes e, consequentemente, incentiva o desemprego. Como um clube sem investimento vai manter seu elenco se não tem mais partidas para disputar?  A solução é dispensar seus atletas, não pagar obrigações, gerar passivos na Justiça. Sequer é observada a Lei Pelé, que impõe um mínimo de três meses aos contratos'', critica Leite. ''Confio que a CBF se sensibilize.''

A federação propôs alterações no calendário da Série D no fim do ano passado.

Segundo a assessoria da CBF, as alterações realizadas da edição do ano passado para 2018 ''dão chance a mais gente e gerar mais empregos''. ''A CBF aumentou de 40 para 68 clubes a Série D, o que significou um aumento de 70% no número de clubes, sendo que a Série D é 100% paga pela CBF'', informou a confederação por meio de sua assessoria.


Crise financeira faz Band desistir de transmitir a Copa do Mundo-2018
Comentários 20

Eduardo Ohata

Com Rogério Jovaneli

Após meses de negociação, a Band desistiu dos direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2018 junto à Globo. A emissora ainda não divulgou o motivo, mas o blog apurou que a razão foi financeira e que a Band não apresentou garantias financeiras exigidas pela Globo para fechar o contrato de sublicenciamento das partidas.

A Band estava convicta de que fecharia o contrato, tanto que após acordo verbal com a Globo, gravou em novembro chamadas para a Copa, protagonizadas por apresentadores da casa, que seriam veiculadas durante a programação. Representantes de agências de publicidade que procuraram o departamento comercial da casa ouviam que a emissora exibiria metade das 64 partidas do Mundial.

Porém a direção da emissora pesou os pontos fortes de ter um ótimo produto como a Copa, contra sua curta duração e custos e acabou tomando sua decisão. Circulava o rumor de que a Band teria a garantia de patrocínios estatais que acabaram não se materializando.

Pesou para a decisão também a opção da direção da Band por uma programação mais enxuta, que garanta um bom faturamento, como os programas de auditório.

Comenta-se, inclusive, que é possível que a cobertura da emissora da Copa se limite apenas ao envio do repórter Fernando Fernandes à Rússia, munido de câmera. Inclusive, já teria havido pedido à CBF da liberação do profissional ao menos para o acompanhamento das coletivas de Tite. E, de resto, só reportagens nas ruas. Há, ainda, a tentativa de se destinar uma verba para envio de mais equipes circulando pelo país europeu.

Por meio de informe, a Band já comunicou aos seus funcionários a desistência da transmissão da Copa do Mundo por centrar ''esforços e no desenvolvimento de programas próprios''.

A Band passa por uma forte crise, que a fez abrir mão das transmissões do Paulista e Brasileiro nos últimos anos, bem como provocou a demissão de dezenas de profissionais nos últimos meses, incluindo o melhor narrador da casa, Téo José. A Band vinha exibindo os jogos da Copa do Mundo desde 2010.

Com o fim da negociação com a Band, a Globo mantém a exclusividade da exibição da Copa do Mundo na TV aberta.

Em nota, a Band informou que a desistência de negociar os direitos da Copa tem fundo estratégico. Leia abaixo:

''Em função da mudança estratégica da Band, que em 2018 amplia o seu investimento numa programação diversificada e cada vez mais alinhada ao gosto do público brasileiro, a emissora optou por deixar de transmitir a próxima Copa do Mundo, concentrando seus esforços no desenvolvimento e lançamento de programas próprios. Mais de dez novas atrações já estão confirmadas na composição da grade, sendo que oito delas estreiam até abril. O evento de apresentação ao mercado publicitário está marcado para o dia 27 de fevereiro''.


Violência enterra chance do Rio sediar final única da Libertadores em 2019
Comentários 1

Eduardo Ohata

Repercutiu muito mal entre cartolas de países membros da Conmebol os episódios de violência registrados no Rio durante as últimas semanas, o que diminuiu ainda mais as chances de o Maracanã receber a final única da Libertadores em 2019 e 2020, o blog apurou com dirigentes ligados à entidade que controla o futebol sul-americano.

Como os planos da Conmebol é que a final única aconteça dois anos consecutivos na mesma cidade-sede, o Rio teria uma nova chance de receber a decisão só a partir da edição de 2021, sujeito a uma reavaliação das condições de sua candidatura.

Mas antes mesmo de dirigentes ligados à entidade assistirem as cenas de violência registradas na ruas do Rio, que funcionaram praticamente como pá de cal para o lobby em prol do Maracanã, este já estava bastante enfraquecido por conta das brigas entre torcidas registradas na final da Copa Sul-Americana, disputada entre Flamengo e o Independiente.

Um cartola da Conmebol definiu como ''o episódio mais vergonhoso do futebol sul-americano'' os confrontos entre torcedores que marcaram a decisão. Flamenguistas agrediram argentinos do lado de fora do estádio, houve invasão de torcedores no Maracanã, além da utilização de fogos dentro do estádio e também no hotel do Independiente.

Como se não bastasse, um terceiro fator, a malha aérea do Brasil também trabalha contra o Maracanã. Dirigentes apontaram ser ruim, até dentro do país, e ressaltaram que o vôo de Assunção, no Paraguai, onde fica a sede da Conmebol, para a cidade fluminense foi cancelado.


Copa Libertadores terá final decidida em partida única a partir de 2019
Comentários 45

Eduardo Ohata

A final da Copa Libertadores será decidida em partida única a partir da edição do ano que vem. Cartolas das confederações filiadas à Conmebol, bem como a cúpula da entidade estão alinhadas nessa direção, o blog apurou com fontes com bom trânsito na entidade.

A tendência é que a novidade seja anunciada na reunião do conselho da entidade, em Punta del Leste, que acontece a partir desta quinta-feira (22).

Uma outra inovação é que ao menos por dois anos consecutivos, nas edições de 2019 e 2020, a mesma cidade será sede das finais.

Para quem duvida da eficiência da fórmula, ao levantar a possibilidade de duas equipes disputarem a final em um país neutro e sem ligação direta com suas respectivas torcidas, a Champions é apresentada por cartolas da Conmebol como exemplo de sucesso.

Uma final única, mesmo que com times de fora, não deixará de ser um evento atrativo para a população local, além de que o fato do local da decisão estar pré-estabelecido facilitar a costura de acordos comerciais com antecedência, é apontado.

Uma outra aposta é de que haverá apetite das torcidas das equipes para prestigiarem seus times, bem como o fluxo de torcedores de outros países para assistir a final. Baseado em estudos econômicos, cartolas confiam que o anúncio com antecedência do local da final e a venda antecipada de ingressos garantirá estádio cheio. Haverá ainda cotas reservadas para os torcedores das equipes finalistas.

Por isso, um dos principais fatores na escolha da cidade-sede será sua localização, bem como a malha aérea com que é contemplada. Desde já, por causa justamente das conexões aéreas e por contar com um estádio moderno, na avaliação de dirigentes, Lima, no Peru, é uma candidata forte entre cartolas da Conmebol.


Pivô de suposto caso de cambismo no Palmeiras isenta Mustafá e a si mesma
Comentários 6

Eduardo Ohata

Em depoimento à polícia, Eliane Guimarães, pivô do suposto caso de comercialização ilegal de ingressos da patrocinadora Crefisa, isentou a si mesma e ao ex-presidente do Palmeiras Mustafá Contursi de ter cometido qualquer irregularidade, o blog apurou.

A investigação previa só mais o depoimento de Eliane, já que outros envolvidos, incluindo Mustafá e a dona da Crefisa, Leila Pereira, já haviam sido ouvidos. Mas após a oitiva de Eliane, na manhã desta terça (20), autoridades policiais optaram pela continuidade do inquérito. Assim, novas testemunhas serão convocadas a depor na 5ª Delegacia de Polícia de Repressão e Análise aos Delitos de Intolerância no Esporte, do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa). O caso é conduzido pelo delegado Sergio Alves.

Em depoimento na 5ª DP, Mustafá se esquivou de elo com a associada, ao explicar que suas cotas de ingressos eram previamente separadas pela Crefisa em envelopes separados. Como são ingressos marcados como ''cortesia'', a venda de tais bilhetes é proibida.

Após a divulgação do caso de suposto cambismo, Mustafá foi alvo de críticas da ex-afilhada política Leila Pereira. A dupla está rompida.

Cartolas do Palmeiras pretendem aproveitar o depoimento de Eliane à polícia no processo que corre internamente no clube. Depois de concluído, o parecer da comissão será encaminhada ao conselho deliberativo e passará por seu crivo.

 


Pivô de suposto caso de cambismo no Palmeiras fala hoje à polícia
Comentários 4

Eduardo Ohata

Pivô do suposto caso de cambismo no Palmeiras, que envolve a patrocinadora Crefisa e o ex-presidente Mustafá Contursi, a associada Eliane Guimarães foi convocada por autoridades policiais para prestar depoimento sobre o caso nesta terça (20), no Centro.

Ao menos em tese, este seria o último depoimento relacionado ao caso daqueles previstos no inquérito ainda não realizado, e é considerado decisivo. Há, porém, a possibilidade de mais testemunhas serem chamadas, caso aconteça alguma reviravolta provocada pelo depoimento de Eliane.

Eliane será ouvida pelo delegado Sergio Alves, na 5ª Delegacia de Polícia de Repressão e Análise aos Delitos de Intolerância no Esportiva, na sede do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa). O depoimento de Eliane tem dupla importância: A oitiva servirá como base para o comitê do Palmeiras que analisa a denúncia, já que a associada não foi ouvida pelos conselheiros.

Em depoimento na 5ª DP, Mustafá procurou ''descolar'' sua imagem à de Eliane ao explicar que sua cota de ingressos era encaminhada previamente separada do envelope endereçado à associada pela própria Crefisa.

Depois que cartolas palmeirenses anexarem o depoimento de Eliane ao processo que corre internamente no clube, o comitê emitirá uma decisão, que posteriormente passará pelo crivo do conselho deliberativo.


Fox Sports contrata comediante Rudy Landucci para novo programa de humor
Comentários 5

Eduardo Ohata

O canal Fox Sports contratou o radialista e comediante stand up Rudy Landucci para reforçar a equipe do programa ''Jogo Sagrado'', que mistura esporte e humor, com estreia prevista para o próximo dia 5.

Rudy é conhecido por imitar, além de técnicos de futebol como Wanderley Luxemburgo, Tite e Felipão, e personalidades como Mano Brown, um talento da própria casa, o apresentador Benja.

''Futebol e bom humor sempre caminharam juntos'', explica Eduardo Zebini, SVP e CCO do Fox Sports, que participa da formatação do novo programa. ''A chegada de Rudy irá trazer mais diversão para tratar dos principais temas do esporte.''

 


Copa São Paulo de juniores alavanca marca histórica para os canais SporTV
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A Rede SporTV, braço esportivo da Globosat na TV por assinatura que inclui os três canais, registrou o melhor mês de janeiro da história da emissora em 2018 em termos de audiência: 28 milhões de pessoas passaram pelo canal no mês passado, segundo medição do Kantar Ibope.

Os espectadores assistiram mais futebol e vôlei, e o destaque da programação no mês foi a edição 2018 da Copa São Paulo de juniores, que impactou 15,5 milhões de pessoas.

A final da competição, organizada pela Federação Paulista de Futebol, reuniu São Paulo e Flamengo e foi exibida também ao vivo pela Globo na TV aberta, e rendeu ao canal 15 pontos de audiência em São Paulo e no Rio.

Em São Paulo, superou em sete pontos a média da faixa horária das quatro quintas-feiras anteriores. No Rio, o crescimento foi de cinco pontos em relação ao mesmo período.