Blog do Ohata

Arquivo : Champions League

CBF contrata agência que leiloará direitos de TV dos jogos da seleção
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A CBF contratou a agência Sinergy para negociar os direitos de TV dos jogos da seleção brasileira de futebol.

A suíça Sinergy tem à frente e o executivo Patrick Murphy, que trabalhava na agência Team Marketing e representava os direitos comerciais de competições da Uefa, como a Champions e a Liga Europa.

O leilão substituirá a negociação tête-à-tête com as emissoras adotada previamente pela confederação.

Nas últimas semanas, executivos de redes de TV abertas e fechadas foram abordados por representante da Sinergy, que falou em nome da CBF e ofereceu os direitos de TV das partidas da seleção, que cobrem o próximo ciclo inteiro, até 2022.

O pacote inclui eliminatórias da Copa do Mundo-2022 que serão disputadas a partir do ano que vem e amistosos da equipe nacional.

No caso das eliminatórias, a CBF pode negociar nove partidas, as que acontecem dentro de casa.

Independentemente do resultado do leilão, porém, a Globo ainda exibirá algumas partidas da seleção brasileira pelas eliminatórias, já que tem os direitos sobre aquelas que acontecem neste semestre.

Não está claro se os amistosos que acontecem nos próximos meses entram no pacote ou se irão ser oferecidos separadamente, como os amistosos da seleção contra Argentina e Austrália, que foram exibidos pela TV Cultura em junho.

Tampouco foi informado se o leilão incluirá direitos para todas as mídias em um único pacote (TV aberta, fechada, internet etc) ou se as propriedades serão comercializadas separadamente.

A expectativa do mercado, por conta dos amistosos deste semestre, é de que a definição do leilão aconteça até setembro.

Partes próximas à negociação afirmaram que o ex-executivo da Globo Marcelo Campos Pinto participa de negociações da CBF. Contatado pelo blog, o ex-executivo explica que seus projetos não incluem negociação de direitos de TV.

As partidas da seleção disputam espaço com leilões de outras importantes propriedades previstas para os próximos meses, como o da Champions e da Libertadores, entre outras.


ESPN garante Premier League por 5 anos na 1ª batalha da guerra por direitos
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A ESPN garantiu os direitos da Premier League por cinco anos, no primeiro dos vários leilões por direitos de TV que encavalaram a partir deste mês e se estenderão pelo segundo semestre.

A taça da Premier League

De surpresa, foram anunciados os leilões da Premier League e do Mundial de clubes, realizados semana passada. São esperadas para os próximos meses as disputas pelos direitos dos jogos da seleção, Champions League e Libertadores.

O canal já detinha os direitos da competição até a temporada 2018/19, e agora garantiu os direitos até a temporada 2021/22. O novo acordo preserva todas as mídias.

A Premier League, ou Campeonato Inglês, é o principal campeonato para a ESPN no Brasil. Trata-se do torneio com maior audiência da emissora. O Espanhol registra os maiores “picos”, especialmente quando se enfrentam Barcelona e Real Madrid, mas como é uma competição compartilhada com a Fox Sports, na média o Inglês, exclusivo da ESPN, ainda registra a maior audiência.

A ESPN exibiu na última temporada todas as 380 partidas do campeonato, distribuídos por seus três canais e na plataforma online WatchESPN. Com isso, elevou em cinco vezes a audiência do canal ESPN+ e registrou 23% a mais de audiência no comparativo entre as temporadas 2015/16 e 2016/17.  O canal mantém dois correspondentes em Londres para a cobertura da competição, os repórteres João Castelo Branco e Natalie Gedra.

Não apenas pela qualidade técnica, mas também operacionalmente a Premier League é encarada como um bom investimento pelos canais de esporte da TV por assinatura. Como muitas partidas são disputadas em horários alternativos, que não batem com partidas de outros europeus ou com os do Brasileiro, eles são encarados como alternativa de qualidade para preencher as grades.

“A ESPN realizou um fantástico trabalho na transmissão da Premier League no Brasil ao longo das últimas 15 temporadas e estamos muito satisfeitos por terem nos escolhido mais uma vez para investir em nossos direitos de transmissão”, festejou Richard Scudamore, diretor-executivo da Premier League.

“É motivo de muito orgulho para a ESPN anunciar um acordo de longo prazo com a Premier League”, confirmou German Hartenstein, diretor geral da ESPN no Brasil.

A ESPN planeja participar dos demais leilões de direitos de TV que acontecerão nos próximos meses, o blog apurou.

 

 

 


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>