Blog do Ohata

Arquivo : Libertadores

Conmebol diz que definirá novo formato da final da Libertadores em dezembro
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A Conmebol, oficialmente, nega que já tenha se decidido por uma final única para a Libertadores a partir de 2019.

Segundo a entidade, a decisão pela manutenção ou não da decisão em dois jogos, formato atual, acontecerá só no mês de dezembro.

O jornal argentino “Olé” havia informado que a Libertadores teria sua final em um único jogo a partir da edição de 2019.

A entidade informou ao blog que o conselho da Conmebol tomará a decisão em dezembro, após ouvir a subcomissão de clubes. Por isso o calendário divulgado abre espaço para os dois cenários: Um com final em jogos de ida e volta e outro com uma final única.


Arrancada daria ao Palmeiras chance de salvar um quarto do bônus da Crefisa
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A tentativa de uma “arrancada” palmeirense, que mobiliza comissão técnica e cartolas do clube, se tornou a chance de o time salvar cerca de um quarto do bônus por produtividade incluído na renovação do contrato com as patrocinadoras Crefisa e FAM.

O título do Brasileiro vale cerca de R$ 10 milhões em bonificação para o clube. Se fosse campeão de todas as competições das quais participou durante o ano, o Palmeiras receberia da patrocinadora uma premiação superior a R$ 40 milhões.

Porém o time foi eliminado do Paulista, Copa do Brasil e Libertadores, que por tabela tirou a oportunidade de a equipe disputar o Mundial, cujo título também previa premiação da patrocinadora, restando apenas o Nacional.

Sem chance de ir ao Mundial de Clubes, um forte desejo de Leila Pereira, dona da Crefisa, a patrocinadora gostaria agora que o clube garanta sua vaga na Libertadores do ano que vem por meio do Brasileiro.

Na quarta-feira (27), o técnico Cuca, o presidente Mauricio Galiotte, o diretor de futebol Alexandre Mattos, comissão técnica e jogadores se reuniram durante 20 minutos antes do treino. Conversaram sobre a possibilidade de o time caçar o líder Corinthians, 11 pontos à frente na classificação, faltando ainda 13 partidas para o encerramento do Brasileiro.

Além do incentivo financeiro, a eventual conquista do bicampeonato nacional ajudaria a aliviar a pressão sobre o futebol do clube, questionado por torcida e imprensa.

Neste sábado, o Palmeiras, quarto colocado no Nacional, enfrenta o Santos, vice-líder, às 19h, em casa.


Por US$ 1,4 bi, dona do UFC ganha direito de negociar Libertadores com TVs
Comentários Comente

Eduardo Ohata

Um consórcio formado por IMG, gigante da área de marketing, e Perform ganhou a concorrência organizada pela Conmebol para negociar os direitos de transmissão das competições da entidade, como Libertadores, Sul-Americana e Recopa durante o ciclo 2019-22. A IMG é dona do UFC, entre outras propriedades e também gerencia a carreira de atletas e artistas.

Os direitos da Libertadores no Brasil são atualmente do canal por assinatura Fox Sports, e foram incluídos em uma negociação pelo compartilhamento de jogos da Copa do Brasil e Libertadores com a Globo. Apesar de os direitos da Libertadores vencerem em 2019, o acordo entre as emissoras se estende até 2021.

O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez (centro), anuncia vencedor da licitação

Segundo comunicado da Conmebol, a entidade tem garantido um mínimo de US$ 1,4 bilhão (R$ 4,48 bilhões) pelos direitos, valor que pode aumentar de acordo com percentuais sobre negociações logradas pelo consórcio vencedor com as emissoras de TV. O consórcio vencedor também trabalha com a comercialização do Campeonato Espanhol, Premier League, NBA e Nascar, entre outras competições.

O consórcio IMG/Perform disputou os direitos com outros três concorrentes, dois deles que têm ligação direta com a CBF: a agência Synergy, que gerencia o leilão dos direitos de transmissão dos jogos da seleção e a Sport Promotion, que tem direito de comercializar semanalmente uma partida da Série B.

A quarta participante era a MP & Silva, que detém os direitos do Italiano, conta com dinheiro do mundo árabe e tentou o projeto da malfadada Champions das Américas, que apesar do barulho que provocou, não chegou perto de sair do papel.

As propostas foram entregues à Conmebol no último dia 5 e o resultado da licitação, auditada pela Ernst & Young, foi aprovado por unanimidade nesta quarta-feira (27) pelo conselho da Conmebol.

O processo de escolha por meio de licitação foi definido depois que dirigentes da Conmebol se envolveram em um escândalo que girava em torno da negociação dos direitos da Libertadores por meio da agência Torneos Y Competencias, escolhida sem licitação.

O próximo passo será a confecção, em parceria com a Conmebol e com bases técnicas, de um pacote de comercialização dos direitos.

 


Globo insiste em Corinthians e Santos (Libertadores) terá só exibição local
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A Globo repetirá nesta quarta-feira o esquema de transmissão para a TV aberta adotado na semana passada, com Racing x Corinthians, pela Sulamericana, e Grêmio x Botafogo, pela Libertadores, para a rede.

A partida do Corinthians será exibida na TV aberta para todo o estado de São Paulo e o jogo do Santos, contra o Barcelona, pela Libertadores, em casa, para a baixada santista.

Havia a possibilidade de o esquema ser invertido, com o duelo do Santos passando para todo o estado. Um dos cenários que permitiria tal mudança seria o Corinthians aplicar uma goleada no Racing no jogo de ida, que tirasse a atratividade da partida de volta.

Na Globo, a escolha é justificada pelo momento do Corinthians, que segue na liderança do Brasileiro. Além disso, tradicionalmente, há o argumento de que o time do Parque São Jorge atrai mais audiência.

A partida de volta do Santos com o Barcelona será transmitido na TV por assinatura pela Fox Sports 2.

Apesar de ter registrado menos audiência do que Corinthians x Racing (1,35 pontos de audiência, no Fox Sports), Santos x Barcelona (0,89 ponto, no Fox Sports 2) atingiu números considerados bons, já que o Fox Sports está em mais pacotes do que o Fox Sports 2.

Na Vila Belmiro, a Libertadores é tratada como prioridade. Além disso, a Conmebol já enviou comunicado ao Santos com informações sobre ingressos e pacotes de viagem para o Mundial de Clubes. O clube só irá ao Mundial se for campeão da Libertadores.

 


Fifa deixa congelado prêmio de Mundial de Clubes; veja quanto campeão leva
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A Fifa repetirá na edição do fim do ano do Mundial de Clubes a premiação da edição passada da competição.

Entre os clubes brasileiros, têm chance de ir ao Mundial Botafogo, Grêmio e Santos. O trio luta para ir à competição por meio da Libertadores, cujo vencedor será o representante da Conmebol no Mundial que será disputado nos Emirados Árabes.

As três equipes entram em campo pelo torneio continental nesta quarta-feira (13).

A entidade que controla o futebol mundial encaminhou aos clubes que participam das quartas-de-final da Libertadores comunicado, ao qual o blog teve acesso, com as premiações de 2017, que repetem os valores da temporada passada.

O campeão levará US$ 5 milhões (R$ 15,5 milhões); o vice, US$ 4 milhões (R$ 12,4 milhões); o terceiro colocado, US$ 2,5 milhões (R$ 7,75 milhões). A partir do quarto colocado, as premiações vão diminuindo em US$ 500 mil de acordo com a colocação até o sétimo colocado, que levará para casa US$ 500 mil (R$ 1,55 milhão).

Em uma aparente contradição, o campeão da Libertadores embolsará mais do que o campeão do Mundial de Clubes. Se Grêmio ou Santos, que entraram na fase de grupos da competição continental, levantar o troféu, ganhará US$ 7,75 milhões (R$ 24 milhões). Além da premiação fixa de US$ 3 milhões (R$ 9,3 milhões), há distribuição de bônus pela participação nas fases da Libertadores.

É justamente essa característica de competição de fôlego da Libertadores que permite que seu ganhador receba mais do que em um eventual título do Mundial de Clubes.

A Fifa também divulgou os valores oficiais dos ingressos do Mundial, que já tem garantidas as participações de Real Madrid, Pachuca, Auckland City e Al Jazeera.

A disputa pelos direitos de TV do Mundial de Clubes não animou as emissoras de TV e encalharam no Brasil. A versão estendida da Libertadores também causou problemas de logística para a competição.


Mundial de Clubes encalha no Brasil, e Fifa adia leilão por direitos de TV
Comentários Comente

Eduardo Ohata

O leilão dos direitos de TV do Mundial de Clubes da Fifa não atingiu, pela segunda vez seguida, o patamar mínimo esperado, mas desta vez a entidade que controla o futebol mundial decidiu encerrar o leilão atual e adiar a realização de uma nova rodada de lances.

Esta já era a segunda rodada de lances convocada pela Fifa.

Os lances da segunda rodada foram feitos enquanto o Palmeiras ainda estava vivo na Libertadores, cujo campeão garante vaga em uma das semifinais do Mundial, que este ano será realizado nos Emirados Árabes.

Em um cenário com a possibilidade de o Palmeiras participar do Mundial de Clubes, o apetite por seus direitos era maior. Não apenas pelo “nome” do Palmeiras, mas por conta de sua patrocinadora, a Crefisa.

Executivos de TV argumentam que, com o Palmeiras no Mundial, haveria o interesse natural da financeira em adquirir cotas de TV do Mundial. Não é segredo que um dos objetivos da dona da Crefisa, Leila Pereira, é ver o clube do Parque Antarctica ganhar o Mundial.

Assim, a eliminação do Palmeiras diminuiu o apetite das emissoras.

Agora, restam três times brasileiros no torneio continental: Santos, Grêmio e Botafogo. Se nenhum brasileiro se classificar ao Mundial, a Fifa corre o risco de ver o torneio ficar ainda mais desvalorizado no país.

Um terceiro fator que trabalha contra as chances do Mundial são os planos da Fifa de substituí-lo por um outro modelo. No mercado, o raciocínio é o de que os planos da Fifa servem como uma admissão de que o formato atual não está funcionando. A analogia é com o modelo de um carro que já se sabe que será substituído daqui a seis meses: “Quem terá o interesse de comprar o modelo atual?”.

A escassez de tempo entre a final da Libertadores e a estreia de seu campeão no Mundial de Clubes se transformou em problema de logística: entre a segunda partida da final da Libertadores, em 29 de novembro, e a estreia do representante sul-americano na competição, em 12 de dezembro, há uma janela de menos de duas semanas.

Há também a questão de prioridades, já que os próximos meses acontecerão os leilões dos direitos dos jogos da seleção, Champions e Libertadores, entre outros direitos de TV, conjugada à forte crise financeira que o país atravessa, que afetou negativamente o mercado publicitário.

Os direitos do Mundial de Clubes já foram definidos em outros mercados que têm representantes na Libertadores, como é o caso da Argentina. Lá, a Fox Sports adquiriu os direitos de TV.


Globo escolhe Corinthians e deixa Santos (na Libertadores) em 2º plano
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A Globo transmitirá Corinthians x Racing para o Estado de São Paulo, pelas oitavas de final da Copa Sulamericana, no próximo dia 13, na TV aberta.

A exceção no Estado de São Paulo ficará para a cidade de Santos, para onde, na mesma noite e horário, 21h45, será exibida a partida do clube da Vila Belmiro contra o Barcelona de Guayaquil, válida pelas quartas-de-final da Libertadores.

Já o confronto entre Botafogo e Grêmio, pela Libertadores, também no mesmo dia e horário, será transmitido para o Rio e o Rio Grande do Sul.

A edição mais longa da Libertadores, que encavalou com a Sulamericana, dificultou a tarefa dos programadores da Globo ao compor a grade de transmissão.

Para os jogos de volta, foi decidido que o mesmo esquema será mantido, a não ser que uma das equipes consiga um resultado que tire a atratividade da segunda partida. Como por exemplo se o Corinthians aplicar uma goleada sobre o rival argentino.


Globo, ESPN e Fox Sports não foram procuradas por Sportflix
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A Globo jamais foi procurada para discutir o sublicenciamento dos direitos do Brasileiro por representantes do Sportflix, sistema de exibição de vídeos de esporte por streaming, que em pouco tempo passou a ser chamado popularmente  de “Netflix do esporte”.

ESPN e Fox Sports tampouco foram procuradas para discutir direitos de transmissão no Brasil.

O Grupo Globo detém os direitos do Brasileiro na TV aberta, fechada, internet e inclusive de VTs. A propriedade desses direitos foi mantida com exclusividade nos contratos firmados entre Globo e clubes válidos de 2019 a 2024. O canal Esporte Interativo também assinou contratos com clubes pelos direitos do Brasileiro a partir de 2019.

Segundo foi divulgado pela mídia, inclusive pela brasileira, os donos do Sportflix exibiriam inclusive torneios como o Brasileiro e a Libertadores, além de Liga dos Campeões, NFL, NBA etc.

Informações deram conta de que o Sportflix desembarcaria no Brasil no próximo dia 30 e que estaria também nos EUA, Inglaterra, Alemanha, Espanha, Itália, Argentina, França e México. Os planos de assinatura mensal ficariam entre US$ 19,99 e US$ 29,99.

Em nota, a ESPN, que exibe a Premier League e a NFL, entre outras competições, sugere a possibilidade de ação legal para defender seus direitos.

“A ESPN não teve nenhum contato com a Sportflix. Trabalhamos com os detentores e vendedores de direitos do conteúdo que exibimos e tomaremos todas as ações necessárias para proteger nossos produtos da pirataria e uso ilegal”, diz a nota.

A Fox, cujo canal Fox Sports detém os direitos da Libertadores, também negou por meio de nota ter feito acordo com o Sportflix.

“Diante das notícias publicadas em diferentes veículos de comunicação na região, o Fox Sports Latin America desmente de forma categórica ter mantido contato ou estar atualmente em negociação com a empresa Sportflix para discutir a respeito de qualquer direito esportivo. Não temos conhecimento e não houve qualquer aproximação com essa empresa. É importante esclarecer que grande parte das propriedades exibidas pelo Fox Sports, na América Latina, é exclusiva e beneficiam cerca de 61 milhões de assinantes e lares em 19 países que, dia após dia, nos acompanham em nossas múltiplas plataformas de televisão ou no App do Fox Sports. O Fox Sports transmite no Brasil a Conmebol Libertadores Bridgestone, Conmebol Sul-Americana, Liga dos Campeões Concacaf (semifinais e final), a Bundesliga, MLB (temporada regular), WWE, Bellator, Premier Boxing Champions, NASCAR, Rally Dakar, Fórmula E, Serie A Tim italiana e a UEFA Europa League, La Liga, entre outros. O Fox Sports Latin America trabalha em conjunto com os proprietários destes conteúdos para tomar as ações necessárias, com o objetivo de proteger nossos produtos da pirataria e do uso ilegal destes direitos.”

A Globo também emitiu nota oficial sobre o assunto nesta sexta-feira (18):

“Sobre o comunicado da empresa Sportflix referente à operação de streaming via internet de eventos esportivos, o Grupo Globo esclarece que é detentor exclusivo dos direitos de transmissão, incluindo internet, no território brasileiro, de eventos tais como: Campeonato Brasileiro (direitos exclusivos também para o exterior); Copa do Mundo da Fifa; Campeonato Francês; e Jogos Olímpicos, entre outros eventos. Tal qual outros grupos de mídia, acompanhamos com apreensão o comunicado do Sportflix divulgando a transmissão dos mesmos eventos no Brasil, mediante cobrança de assinatura em dólar, sem as devidas autorizações legais para tal transmissão. Declaramos que não mantivemos qualquer contato ou negociação com o Sportflix que o capacite a oferecer tais transmissões. O Grupo Globo reafirma seu compromisso com a qualidade de suas transmissões e pela ética nas negociações.”

 

 


Palmeiras deixa de ganhar mais de R$ 30 milhões de bônus da Crefisa no ano
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A eliminação do Palmeiras contra o Barcelona de Guayaquil, nesta quarta-feira (9), elevou para mais de R$ 30 milhões o valor que o clube do Parque Antarctica deixará de ganhar em bônus da Crefisa no ano, se somados os valores referentes a Paulista, Copa do Brasil, Libertadores e Mundial de Clubes da Fifa.

A desclassificação da Libertadores para o time de Guayaquil foi um golpe duplo para o Palmeiras, que além de não conseguir o bônus correspondente ao troféu da competição continental, deixou também escapar a chance de lutar pelo título -e o bônus-, do Mundial de Clubes da Fifa. Somadas, as premiações prometidas pela financeira pelos dois títulos alcançariam um valor de cerca de R$ 18 milhões.

Paulista e Copa do Brasil, outras competições das quais também foi eliminado, representavam aproximadamente R$ 15 milhões em premiações da Crefisa.

A financeira e o clube, ao renovar o contrato de patrocínio por dois anos, incluíram cláusula de produtividade cujo valor passa dos R$ 40 milhões por ano.

Ou seja, ultrapassado pouco mais de um semestre no ano, do total de premiações por conquista oferecidas pela Crefisa, o Palmeiras já perdeu a oportunidade de acrescentar cerca de 75% do valor total dos bônus oferecidos pela patrocinadora.

Resta agora ao clube buscar o título do Brasileiro, que pode render ao clube aproximadamente R$ 10 milhões em premiação da patrocinadora.

A disputa do Mundial era um desejo da dona da Crefisa e conselheira do clube, Leila Pereira, que se manifestou em várias oportunidades sobre o desejo de ver na competição o clube no qual foram investidos R$ 100 milhões para a temporada.

O desempenho do time na temporada coloca mais pressão sobre o diretor de futebol do clube, Alexandre Mattos.

 


Conmebol abre licitação para escolher quem vai vender Libertadores às TVs
Comentários Comente

Eduardo Ohata

A Conmebol abrirá, na próxima sexta-feira, licitação para escolher a agência que negociará os direitos de TV da Libertadores, Sul-Americana e Recopa. Conforme o blog havia antecipado em março, isso representa uma mudança na maneira de negociar da Conmebol.

A entidade disponibilizará o convite formal e instruções para as agências interessadas em participar da licitação, que fora anunciada oficialmente em 3 de julho, além de esclarecer dúvidas entre os dias 24 de julho e 11 de agosto.

Para evitar que se repitam problemas que colocaram a Conmebol na rota do Fifagate e no olho do furacão, a entidade ressalta que as ofertas terão de ser apresentadas em formato físico, em sua sede em Luque, no Paraguai.

Além disso, alerta que o processo de seleção “será auditado em sua totalidade por uma firma internacional de auditoria de primeiro nível”. Além de acrescentar que todas as comunicações deverão ser enviadas por escrito e serão respondidas por uma equipe de advogados internacionais designada pela Conmebol para acompanhar o processo.

Por essa linha, conclui-se que, ao menos na teoria, o histórico de negociações passadas e relacionamento dão lugar a critérios estritamente técnicos.

As propostas serão avaliadas entre 23 de agosto e 15 de setembro dentro de um sistema de pontuação. O vencedor será conhecido no dia 15 de setembro.

Os direitos da Libertadores no Brasil são da Fox Sports, que os sublicenciam à Globo e SporTV. O atual contrato vence no ano que vem.